Hospital Santo Antônio: Novo mandatário no conselho

O clássico aperto de mão: Odete Campestrini cumprimenta o novo presidente do conselho curador, João Rausch, representante do CDL (Rodrigo Ramos)

A passagem: Odete Campestrini cumprimenta o sucessor na presidência do conselho curador, João Rausch, representante do CDL (Rodrigo Ramos)

Noticia divulgada ainda quente pelo grande Pancho, primeiro e único, no site do Santa nesta manhã. O tradicionalíssimo Hospital Santo Antônio manda avisar que tem novo presidente no conselho curador da instituição, trata-se do empresário representante da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Blumenau, João Wolfgang Rausch, diretor do Sindicato dos Comércio Varejista de Blumenau (Sindilojas).

A eleição ocorreu na manhã desta quinta-feira. Rausch substitui no cargo a também empresária Odete Maria Poffo Campestrini, que esteve a frente do conselho desde 2013. Ao lado do novo mandatário, estão o empresário Sérgio Pintarelli, como tesoureiro, e a médica Kátia Sylvana Beckhauser Ferreira da Silva, como secretária da diretoria. Durante esta sexta-feira (3/07), Rausch se reuniu com gerentes do HSA e, durante o dia, conhece melhor a estrutura física do Hospital.

Nos anos 70, ainda pequeno, mas de coração grande no Vale. O velho Santo Antônio segue se reinventando e mudando conceitos de muitos dos pacientes que o frequentam dia a dia (Antigamente em Blumenau)

Nos anos 70, ainda pequeno, mas de coração grande no Vale. O velho Santo Antônio segue se reinventando e mudando conceitos de muitos dos pacientes que o frequentam dia a dia (Antigamente em Blumenau)

É sempre um grande desafio para o mandatário a frente do HSA manter a tão antiga instituição na busca pela excelência nos serviços, sobretudo nos que até hoje marcam o Hospital como referência (materno-infantil, cirurgia bariátrica, oncologia e ortopedia). No cuidado aos pequenos, por exemplo, o HSA tem nome forte e de destaque, é o primeiro Hospital Amigo da Criança do estado, título concedido pela Unicef. Além disto, é partícipe da Rede Cegonha, do Governo Federal, tendo nome forte no incentivo e prática do parto humanizado.

Não apenas isto, cuidar com afinco do funcionar do Santo Antônio é tirar da mente do blumenauense antigos rótulos e temores e proporcionar um ambiente confortável e acolhedor aos clientes e funcionários. Digo isto por ter trabalhado, orgulhosamente, como assessor de comunicação por dois intensos meses, convivido tanto com a diretoria e administrativo quanto com os funcionários (enfermeiros, médicos e outros tantos) sentindo o dia a dia em uma instituição hospitalar, onde o fazer jornalístico é diferente de tudo que já se viu. Histórias que se multiplicam e um cuidado e sensibilidade com a vida humana jamais visto em qualquer outra área de atuação do jornalismo.

Há 155 anos, batendo de frente com as dificuldades e as superando. Reflexos do atual Hospital Santo Antônio (Jaime Batista)

Há 155 anos, batendo de frente com as dificuldades e as superando. Reflexos do atual Hospital Santo Antônio (Jaime Batista)

E o momento é único para o HSA como um todo. Além de um novo convênio com o governo estadual, assinado em maio, ainda tem garantido recursos vindos da venda da Trimania Cap. Mas muito há de se fazer e o tempo segue correndo, como vem seguindo desde 1860, quando fora fundado pelo próprio Dr. Hermann Blumenau. Em agosto, o HSA completa jovens 155 anos, batendo de frente com os problemas e surpreendendo até mesmo o mais pessimista nos serviços de saúde do país.

Deseja-se ao sr. Rausch sucesso na nova empreitada. Estar a frente do HSA não é apenas uma tarefa administrativa qualquer. Há vidas envolvidas, e a saúde de um Vale inteiro nas mãos da centenária instituição….

Deixe uma resposta