Rapidinhas (21/08): Cunha na Lava-Jato, UNE, Jimmy Carter e Incêndio na Maria Fumaça

Eduardo Cunha “cai na rede” da Lava-Jato

Eduardo Cunho é o novo alvo da Lava-Jato. Presidente da Câmara procura mostrar tranquilidade, oposição procura tira-lo do parlamento (Alex Ferreira / Ag. Câmara)

Eduardo Cunho é o novo alvo da Lava-Jato. Presidente da Câmara procura mostrar tranquilidade, oposição procura tira-lo do parlamento (Alex Ferreira / Ag. Câmara)

Por que será que não me surpreendo mais com as notícias da Operação Lava-Jato? Desta vez, a denuncia recai sobre o, poderia dizer, maior adversário da presidente Dilma Rousseff no comando das decisões do país, o presidente da Câmara Eduardo Cunha. Os números da denuncia são gordos, ele teria recebido propina de US$ 5 milhões (R$ 17 milhões) para viabilizar a construção de dois navios-sondas das Petrobrás.

Mesmo que não pareça, a denuncia soa como tudo o que a base governista queria para desmoralizar a oposição ferrenha no congresso. Não deixa de ser assustador, mas para os governistas é a chance de desatravancar o andar da carruagem na Câmara. Os partidos da base do governo já se apressaram a emitir nota pedindo o afastamento de Cunha.

Mas, mesmo assim, denunciado vai denunciado vem, não me espanto mais. O mar de lama já é grande demais para tomar sustos.

UNE: A favor ou contra os estudantes?

UNE: Difícil acreditar que esteja a favor da classe estudantil de verdade (Reprodução)

UNE: Difícil acreditar que esteja a favor da classe estudantil de verdade (Reprodução)

Falando em governo,  apoiadores de Dilma Rousseff organizaram nesta quinta-feira última (20/08) passeatas pelo Brasil em defesa da presidente, da democracia e contra Eduardo Cunha (coincidência…) e o dito golpe pregado com os pedidos de impeachment. Entre as tantas instituições presentes, sociais, estudantis e trabalhistas, impressionou-me como a União Nacional dos Estudantes (UNE) esteve na defesa do governo.

Curioso mesmo. Assistimos dia-a-dia os reflexos que os estudantes, especialmente os acadêmicos, sentem no desmantelamento da educação primária, secundária e superior no país. Cortes das bolsas, estrutura complicada por falta de repasses governamentais e o desestímulo a continuidade da educação.

Não precisa ser puxa-saco de autoridades das universidades para se ver esta situação. Isto sem falar os estudantes que tiveram o sonho do ensino superior interrompido por conta dos cortes criminosos do FIES.

E eu me perguntando: De que lado está a UNE? Do estudante, tenho plena certeza que não…

Jimmy Carter: Câncer espalha-se para o cérebro

Ex-presidente Carter prepara-se para mais uma batalha na movimentada vida pós-presidencia: Um câncer instalado no cérebro (Divulgação)

Ex-presidente Carter prepara-se para mais uma batalha na movimentada vida pós-presidencia: Um câncer instalado no cérebro (Divulgação)

Como aficionado por história que sou, fiquei espantado com a notícia de que o ex-presidente americano Jimmy Carter está com um complicado câncer que se espalhou para a região cerebral. Ex-mandatário americano entre 1977 e 1981, Carter já estará na tarde de hoje mesmo se submetendo ao primeiro tratamento com radioterapia para tentar combater a doença, que se originou em alguma parte não identificada do corpo e, em seguida, rumou para o fígado antes de chegar ao cérebro.

Sempre ativo depois de não conseguir de reeleger em 1981, perdendo para o ator Ronald Regan, Jimmy Carter esteve presente em alguns dos momentos mais decisivos da história americana no fim dos anos 70. Assumindo depois de Gerald Ford, foi de Carter a missão de prosseguir com a estabilidade política após o Watergate, que derrubou o presidente Richard Nixon em 1974.

O Acordo de Camp David (1978) entre Israel e o Egito, o sequestro de funcionários da embaixada americana em Teerã durante a Revolução Islãmica (1979), acordos para a devolução do Canal do Panamá aos panamenhos e o suicídio em massa dos seguidores de Jim Jones (1978) foram alguns dos fatos que marcaram o governo de Jimmy.

Ele está com 90 anos de idade bem vividos e é o único ex-presidente americano vivo que dirigiu o país nos anos 70, Em idade, fica atrás de  George Bush Sr.

Apiúna: incêndio atinge vagão do trem histórico

Susto na Usina de Salto Pilão: Vagão do trem histórico de Apiúna pega fogo (Johnny Henschel)

Susto na Usina de Salto Pilão: Vagão do trem histórico de Apiúna pega fogo (Johnny Henschel)

E um susto pegou em cheio os mantedores do simpático trem da localidade de Subida, em Apiúna, único trecho preservado da antiga Estrada de Ferro Santa Catarina (EFSC) no Vale. Um incêndio atingiu um dos vagões da composição no último domingo (16/08), no espaço reservada a locomotiva na Usina de Salto Pilão, em Ibirama. O fato aconteceu a noite e ainda não há conhecimento sobre a causa do incêndio.

A ação dos bombeiros foi rápida, evitando que tanto o trem quanto os demais vagões fossem atingidos. No entanto, o primeiro vagão de passageiros, onde o incêndio começou, ficou totalmente queimado. Em depoimento ao Santa, o coordenador de promoção da regional da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF), Johnny Henschel, a composição funcionava normalmente e tinha voltado de um passeio no mesmo dia. O vagão tinha capacidade para 72 passageiros.

Ainda segundo Henschel, há outros vagões que chegaram para reforma e utilização e que podem ser usados em substituição ao antigo vagão, que deverá ser reformado.

Deixe uma resposta