Renascimento e renovação: Sulfabril deve voltar em dezembro

Fechada no primeiro semestre deste ano, Sulfabril está renascendo, e prevê a volta das operações industriais mínimas em dezembro deste ano, com grandes planos (Divulgação/Presse)

Fechada em 2014, a Sulfabril está renascendo e prevê a volta das operações industriais mínimas em dezembro deste ano, com grandes planos (Divulgação/Presse)

(Informações: Ana C. Bernardes / Presse Comunicação Empresarial)

Dada como falecida  depois de mais de 60 anos de atividades e tradição, a Sulfabril está voltando em Blumenau. A renovada empresa já deu início nos trabalhos e a previsão, segundo nota divulgada pela assessoria de imprensa, é de retomar as operações industriais mínimas até o início de dezembro deste ano. Uma grande notícia para o setor têxtil e de vestuário, que assiste muito mais do que o ressurgimento da marca, mas também a abertura de novos postos de trabalho mesmo diante do cenário de crise.

Leiloada em setembro, a matriz sofreu um revés no processo de leilão, onde o grupo vencedor desistiu da compra praticamente na mesma semana da aquisição. Com isso, o segundo colocado no leilão, o grupo blumenauense NSA Invest , acabou literalmente herdando a compra da maior parte dos bens, que foi fechada no valor de R$ 34,14 milhões. O grupo é uma uma joint-venture com negócios nos setores de máquinas e resinas termoplásticas no sul e sudeste e pretende investir cerca de R$ 25 milhões para a retomada da empresa.

Nova coleção Primavera/Verão deve chegar as lojas em fevereiro de 2016 e já está em desenvolvimento. Carrega consigo a tradição de um nome que ainda perambula a cabeça dos blumenauenses (Antigamente em Blumenau)

Nova coleção Primavera/Verão deve chegar as lojas em fevereiro de 2016 e já está em desenvolvimento. Carrega consigo a tradição de um nome que ainda perambula a cabeça dos blumenauenses (Antigamente em Blumenau)

Segundo o presidente da nova Sulfabril, Rafael Cunha, os primeiros investimentos imediatos estarão voltados na estruturação do departamento comercial e na força de vendas, permitindo a reativação com agilidade de antigos clientes. Outro setor a se investir fortemente será no desenvolvimento de novos mercados e na retomada do mercado externo, especialmente os países das Américas.

E para quem acha que marca Sulfabril demorará ainda muito para voltar efetivamente, engana-se. Já está sendo desenvolvida pela empresa a primeira coleção da nova fase, para a Primavera/Verão 2016/2017. Os produtos devem começar a chegar no mercado em fevereiro do próximo ano, sendo distribuídas nos 6600 pontos de venda no mercado interno.

Os primeiros anos da Sulfabril. Fundada em 1947, chegou a ser a maior da América Latina. Faliu, fechou e está regressando com a tradição na mochila (ACIB/Divulgação)

Os primeiros anos da Sulfabril. Fundada em 1947, chegou a ser a maior da América Latina. Faliu, fechou e está regressando com a tradição na mochila (ACIB/Divulgação)

Também deve ser divulgado, ainda para outubro, os integrantes da nova gestão da empresa, ao mesmo tempo que já estão sendo contratados novos funcionários. Serão certa de 120 até o fim deste ano, podendo aumentar para 320 no segundo semestre de 2016. Ex-funcionários da empresa terão prioridade nas contratações, como garantiu o próprio Cunha.

Mas de uma coisa, Rafael e os futuros integrantes da gestão nem precisarão se preocupar tanto. A tradição. A marca ainda circula na boca de muitos em Blumenau e no estado como sinônimo de qualidade e confiança, princípios que nortearam a Sulfabril desde o distante 1947, quando a empresa surgiu pelas mãos de Paulo Fritzche diante da então passagem férrea da Ponte dos Arcos, no Vorstadt, onde está até hoje. Um fator que significa muito, especialmente na volta dos produtos aos pontos de venda.

O retorno da marca ao mercado é saudada como o fim de uma novela que, há alguns meses, parecia não ter fim e hoje renasce com planos de grandeza no cenário têxtil blumenauense e de Santa Catarina.

3 comentários sobre “Renascimento e renovação: Sulfabril deve voltar em dezembro

  1. André,
    Bela postagem sobre o retorno as atividades desta tão conceituada empresa mundialmente conhecida a Sul Fabril.
    Esperamos que os novos proprietários sejam hábeis no processo de renovação, de modernização dos maquinários e do aspecto Humano.
    A torcida é grande para que possa em menor espaço de tempo produzir em larga escala e também na constituição de novos empregos.
    Adalberto Day cientista social e pesquisador da história em Blumenau.

  2. Não entendo porquê da massa-falida Sulfabril ainda em OUTUBRO teve de pagar custos de luz-tel,. segurança e manutenção se a empresa já é dos novos donos desde sua compra em 09/09/2015 . Foi mais de 50 mil reais concedidos pela justiça ao síndico, que ainda em Setembro também arcou com custos……

  3. Faço votos para que possa desenvolver como Exemplo que era, com foco em peças chave das estações c/ criatividade em todos os setores , principalmente no controle de qualidade como era, até 1994 .

Deixe uma resposta