Videotape n’A Boina nº11- Apenas um show e o sucesso entre todas as idades

(Reprodução / CN)

(Reprodução / CN)

(Lucas “Luke” Baldin)

Hello, Videotapers! Como estão vocês?

No primeiro Videotape n’A Boina de 2016 venho falar de um desenho animado do Cartoon Network que está fazendo um baita sucesso: Apenas Um Show (Regular Show). O programa está no ar pelo Cartoon desde setembro de 2010. Em 2015 ganhou um filme feito para a televisão.

A animação conquistou crianças e principalmente adultos, pois além dos personagens serem adultos, os elementos que envolvem os enredos dos episódios são voltados para algo mais retro, coisas que vão fazer pessoas crescidas nos anos 80 e 90 se identificar, como por exemplo videogames de cartucho e fitas VHS.

J.G. Quintel, o criador e gênio por trás do fenômeno de Apenas Um Show que rendeu até um telefilme no Cartoon Network (Adam Rose)

J.G. Quintel, o criador e gênio por trás do fenômeno de Apenas Um Show que rendeu até um telefilme no Cartoon Network (Adam Rose)

O desenho criado por J. G. Quintel (que nos Estados Unidos também empresta a voz para Mordecai) conta as aventuras de Mordecai e Rigby no Parque onde eles trabalham. As vadiagens deles levam as maiores e loucas aventuras. O gerente do parque Benson e seus colegas de trabalho Saltitão, Pairulito (filho do dono do parque), Musculoso e Fantasmão entram na onda e aprontam todas.

O legal do desenho é justamente não se tratar de algo tão infantil. O desenho segue algo surrealista, onde sempre no clímax do episódio alguma coisa muito maluca acaba acontecendo. Esse é uma das séries animadas do CN onde tem o maior número de episódios caçados e alterados pela censura. Ok, as vezes a galera dá uma exagerada, mas o desenho segue uma visão de mundo adulto, o que podemos fazer?

Mordecai e Rigby, as estrelas de Apenas Um Show. Quem imaginaria que a aventura dos dois funcionaria tão bem (Reprodução)?

Mordecai e Rigby, as estrelas de Apenas Um Show. Quem imaginaria que a aventura dos dois funcionaria tão bem (Reprodução)?

Não tem como não rir com as trabalhadas e vadiagens de Rigby, as desventuras amorosas ao lado da Margareth e posteriormente da CJ, quem nunca tentou imitar a voz do Pairulito? São várias razões para Apenas Um Show ter funcionado entre todos os públicos, a nova geração de crianças gosta e os adultos que já foram o público do Cartoon acabam voltando ao canal para assistir ao desenho.

Charles Emmanuel, dublador do Rigby na versão brasileira (à esquerda) e eu (na direita) em um evento de cultura nerd em 2013 (Luke Baldin)

Charles Emmanuel, dublador do Rigby na versão brasileira (à esquerda) e eu (na direita) em um evento de cultura nerd em 2013 (Luke Baldin)

Ah, uma curiosidade. Em 2013, durante um evento de cultura nerd, eu tive a oportunidade de conhecer Charles Emmanuel, dublador do Rigby na versão brasileira de Apenas Um Show. Foi um tanto quanto divertido! (acima)

Se você quiser acompanhar um dos episódios do desenho, saca só:

Semana que vem trago para vocês a minha panorâmica em relação a bruto padrão ditado pelos seriados do Disney Channel exemplificados em três seriados da casa.

Desejo a todos vocês um super 2016 de muito Videotape!!

Luke para A BOINA encerrando a transmissão!

Deixe uma resposta