Sorvete: Como identificar uma delícia gelada de qualidade?

(Letícia Oberger / Oficina das Palavras)

sorvete

(Reprodução)

Os dias de calor intenso são um convite para apreciar a sobremesa gelada mais apreciada no mundo. Quem consegue resistir ao sorvete? É difícil, mas também é preciso estar atento para garantir um produto de qualidade.

Poucos sabem, mas existem diversos detalhes que devem ser observados antes da compra e também alguns cuidados que devem ser tomados no armazenamento em casa. Tudo isso faz parte de um processo para garantir que o produto permaneça cremoso como saiu de fábrica. O engenheiro químico da Paviloche, Michel Tramontin, dá algumas dicas:

No ponto de venda e no trajeto pra casa

Não compre sorvetes que foram armazenados com outros alimentos no freezer, pois se ocorreu descongelamento, a textura, o sabor e a cremosidade ficarão alterados.

Prefira os sorvetes com embalagem transparente, pois assim você pode reconhecer visualmente se houve o descongelamento. Tramontin afirma que há inúmeras situações em que o sorvete pode ter sofrido alterações, desde a organização do posto de vendas até o armazenamento do consumidor final.

Os principais problemas que causam o descongelamento dos sorvetes estão relacionados com a temperatura do freezer, queda de energia no local e desligamento dos equipamentos à noite. Ou ainda, os sorvetes encontrados descongelados nas prateleiras dos mercados após a desistência de algum consumidor. A transformação também pode ocorrer no momento do abastecimento do congelador pelo estabelecimento, se o produto ficou muito tempo fora do freezer antes de armazenar, sofrerá alterações.

(Reprodução / Oficina das  Palavras)

(Reprodução / Oficina das Palavras)

Observe se há grandes cristais e camadas de gelo no fundo do pote. Um produto assim não deve ser adquirido. Por cima do pote fica um pouco mais difícil reconhecer o descongelamento, mas não é impossível. A textura é diferente, o sorvete chega a ficar esfarelado e com grandes cristais de gelo.

Olhe o fundo dos potes antes de comprá-los e, caso você não tenha percebido antes, a recomendação é que volte ao revendedor e faça a troca. Caso não consiga, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC).

Pegue o sorvete apenas no fim de suas compras e não faça grandes trajetos com ele, assim a temperatura será mantida e o sabor não sofrerá alterações.

Não coloque o sorvete perto do ar condicionado do carro. Muitas pessoas acham que fazendo isso ele vai demorar mais para derreter, mas é o contrário. O vento só ajuda no descongelamento do sorvete. O ideal é colocar em uma caixa bem lacrada, mesmo que não seja térmica, pois o frio do próprio pote irá ajudar a manter a temperatura.

sorvete-caseiro

(Reprodução)

Muita gente acredita que o gelo ajuda a manter a temperatura do sorvete, mas não. O gelo possui grau zero e o sorvete deve ser mantido em temperatura de no mínimo -18 graus. Isso quer dizer que ele vai derreter da mesma forma. Em longas viagens, o recomendado é transportar a sobremesa em uma caixa de isopor com gelo seco, que possui temperatura inferior a -78 graus. Fazendo isso, o sorvete permanece por 24 horas sem sofrer alterações.

Em casa

Evite deixá-lo fora do congelador por muito tempo. Sirva o sorvete e retorne o pote ao freezer em seguida.

– O sorvete deve ser mantido em uma temperatura de aproximadamente 18 graus negativos.

Como identificar um bom sorvete

– Ele deve ser consistente, cremoso e com textura macia.

– Se o sorvete é excessivamente gelado significa que é pobre em ingredientes.

O sorvete deve possuir uma cor natural que lembre o nome do sabor do sorvete.

(Reprodução)

(Reprodução)

– Sabores de frutas devem conter suco ou pedaços de fruta.

Procure saber mais sobre o fabricante. A empresa deve ter compromissos éticos e praticar os valores instituídos à comunidade e ao meio amb

2 comentários sobre “Sorvete: Como identificar uma delícia gelada de qualidade?

Deixe uma resposta