Otite: Especialista alerta sobre cuidados com o ouvido

(Tamiris Schlegel / Presse Comunicação Empresarial)

(Reprodução)

Mergulhos em lugares refrescantes são uma tentação para as crianças. Mas atenção, nelas podem estar escondendo um risco de infecção auditiva muito corriqueira: A Otite (Reprodução)

Nas últimas semanas, o verão tem privilegiado as pessoas com céu azul, sol e muito calor, dias típicos da estação. Dias estes que se tornam ainda mais convidativos para dar aquele mergulho em lugares refrescantes. Em Blumenau, a otorrinolaringologista do Hospital Dia do Pulmão (HDP), Mariana Schmidt Kreibich, alerta para cuidados contra infecção no ouvido, a Otite. Segundo a doutora, banhos de mar, piscina, entre outros lugares, são fatores predisponentes da afecção, o que torna otite um caso comum nesta época do ano.

A otite externa é caracterizada pela inflamação e infecção aguda do conduto auditivo externo. O quadro clínico é caracterizado por dor de ouvido que pode ser intensa, coceira local, sensação de ouvido tampado, saída de secreção pelos ouvidos e até perda auditiva temporária, explica Kreibich. Mas atenção com as crianças, dependendo da idade, elas não saberão descrever. Neste caso, elas podem esfregar ou coçar as orelhas para aliviar.

Segundo a doutora, banhos de mar, piscina, entre outros lugares, são fatores predisponentes da afecção, o que torna otite um caso comum nesta época do ano (Reprodução)

Segundo a doutora, banhos de mar, piscina, entre outros lugares, são fatores predisponentes da afecção, o que torna otite um caso comum nesta época do ano (Reprodução)

A especialista aponta que existem outros tipos de otites além da otite externa, porém não tão comuns nesta época do ano. As otites médias, mais frequentes no período do inverno, são caracterizadas pelo acúmulo de líquido na orelha média e cursam com sintomas como febre, dor de ouvido, zumbido ou sensação de pressão no ouvido. Problema de audição é o sintoma mais comum da otite média serosa em crianças (as crianças que têm problemas de audição podem parecer que estarão apenas sonhando, ou também podem ficar mal-humoradas, irritadas), conta. Além de tonturas e outros sintomas.

Mariana destaca ainda que, em caso de qualquer sintoma ou mal-estar, é necessário procurar um médico. A manipulação com cotonete ou uso de receitas caseiras pode agravar o quadro. O tratamento consiste em cuidados locais, analgesia, restrição do contato com a água e antibioticoterapia (tratamento à base de antibióticos). Pode ser necessária a realização de limpeza e remoção da secreção dentro do conduto auditivo, por isso é importante as pessoas ficarem atentas, principalmente com crianças, afirma.

Deixe uma resposta