Newsletter das Assessorias nº12: CDL no Hemosc, Troco Solidário Havan, FURB TV e Ar Condicionado

CDL Blumenau promove ação social no Hemosc

(Karin Bendhein / CDL Blumenau)

(Reprodução / CDL)

Doar para retribuir: Colaboradores do CDL Blumenau fazem doação de sangue no Hemosc. Ação é parte das comemorações dos 50 anos da entidade (Reprodução / CDL)

O medo da agulha, ou até mesmo da dor, faz com que muitas pessoas deixem de doar sangue. Por isso, as ações em grupos são importantes. Elas incentivam os voluntários a quebrar essas barreiras e assim ajudar o próximo. Foi o que aconteceu na manhã desta terça-feira (23/02), quando colaboradores e diretores da CDL Blumenau foram até o Hemosc para doar sangue e fazer o cadastro para ser doador de medula óssea. Do grupo, duas pessoas doaram sangue pela primeira vez.

A coordenadora do SPC da CDL Blumenau, Marise Stribel Pogalski, é um exemplo. Ela já era doadora de medula óssea, mas tinha medo de doar sangue e só foi até o Hemosc, pois foi motivada pela iniciativa da entidade. Eu tinha interesse, mas também tinha medo. Quando um grupo se une para fazer o bem nos sentimos instigados a ir também, explica Marise. Para ela, a partir de hoje, doar sangue será uma ação mais constante. Até já fiz as contas de quando poderei vir doar novamente, afirma.

Camila Vanzuita (Reprodução / CDL)

Camila Vanzuita, do SPC, superou o nervosismo e já pensa em doar mais vezes (Reprodução / CDL)

Camila Vanzuita, que há oito anos trabalha no setor do SPC da CDL Blumenau, também fez a primeira doação hoje. Mesmo nervosa, ela manteve o propósito de ajudar o próximo e foi uma das primeiras do grupo a doar. Eu sempre quis doar, mas tinha certo medo. Foi muito tranquilo e vou doar mais vezes, conta Camila.

A ação faz parte da programação em comemoração aos 50 anos da entidade, celebrado em 22 de julho. Durante todo o ano vão ocorrer ações para marcar o aniversário da CDL.  De acordo com o presidente da CDL Blumenau, Helio Roncaglio, o objetivo é aproveitar o aniversário da entidade para se aproximar ainda mais da comunidade blumenauense e retribuir o apoio de todos por meio de ações que de alguma forma ajudam o público.

Diariamente procuramos defender o interesse dos associados e oferecer um ambiente e ferramentas favoráveis ao desenvolvimento do comércio local e da cidade como um todo. Mas também é importante mostrar que a CDL é feita de pessoas, que se preocupam com o próximo e estão dispostas a ajudar, comenta Roncaglio.


Havan destina R$ 1,4 milhão da Campanha Troco Solidário a 74 entidades

(Elaine Malheiros / New Age Comunicação)

(Reprodução / Havan / New Age)

R$, 1,4 milhão no segundo semestre de 2015 para 74 entidades assistenciais de 14 estados brasileiros. Meta para 2016 é de R$ 4 milhões de arrecadação. Números grandiosos da campanha Troco Solidário da Havan (Reprodução / Havan / New Age)

A campanha Troco Solidário Havan arrecadou R$ 1,4 milhão no segundo semestre de 2015. Este valor será repassado a 74 entidades assistenciais em 14 estados brasileiros, entre os dias 15 e 18 de fevereiro. Somada à arrecadação do primeiro semestre, a Havan destinou, no ano passado, mais de R$ 3 milhões para instituições sociais dos municípios onde a rede está presente. A campanha de 2016 já está ocorrendo e a meta é alcançar R$ 4 milhões em arrecadação.

Em Santa Catarina, a arrecadação do segundo semestre de 2015 somou R$ 371 mil, em 18 cidades. O valor representa a doação de centavos de cada cliente, que voluntariamente participa da campanha. Mas significa muito para a entidade que recebe. Em muitas delas, o recurso entregue pela Havan é utilizado para quitar dívidas em atraso (por vezes até de salários), promover reformas e manutenção, auxiliar em projetos de construção ou expansão e viabilizar projetos sociais que beneficiam diretamente milhares de pessoas assistidas por estas entidades.

Em Blumenau, a instituição beneficiada com o Troco Solidário foi a Associação Sorrir para Down, que recebeu R$ 40 mil de doação. O valor foi entregue no último dia 17 deste mês, no Castelo Havan, na Rua XV.


FURB Pesquisa: FURB TV estreia novo programa

(Giovana Pietrzacka / Jornalismo FURB)

(Reprodução / FURB TV)

Um espaço que da luz aos ótimos projetos desenvolvidos por professores e acadêmicos. Eis o FURB Pesquisa, no ar desde a última sexta-feira (19/02), na FURB TV (Reprodução / FURB TV)

Desde a última sexta-feira (19/02), a FURB TV tem novidade na programação. É o FURB Pesquisa, um espaço direcionado à divulgação de projetos desenvolvidos por professores e acadêmicos da Instituição. São estudos que estimulam o desenvolvimento de diversos setores e que, de alguma forma, colaboram com o bem-estar da sociedade de um modo geral.

O FURB Pesquisa é uma produção da equipe de Jornalismo da FURB TV, em parceria com a Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura (PROPEX) e tem como responsável a jornalista Stéfany Pessoa.

Cada programa terá duração de cerca de 10 minutos e será exibido sempre às sextas-feiras, a partir da 19h. Depois de veiculadas, as matérias também estarão disponíveis no canal da emissora no Youtube.

Vários temas serão abordados, entre eles, as pesquisas desenvolvidas pela FURB na produção de etanol, as mudanças climáticas e o Inventário Florístico Florestal de Santa Catarina.

Se você, aluno, professor pesquisador tiver interesse em divulgar sua pesquisa, manda um e-mail para jornalismo@furb.br ou pelo telefone (47) 3321-0402.

Acompanhe a programação pelos canais 6 da NET, 11 da BTV e 13 no sinal aberto (TV Cultura).


Médico orienta sobre cuidados com ar-condicionado no verão

(Tamiris Schlegel / Presse Comunicação Empresarial)

(Reprodução)

O maior amigo de todos durante o verão pode ser um inimigo oculto. Má utilização e falta de manutenção podem tornar o ar condicionado um perigo para sua saúde e para seu bolso (Reprodução)

O ar condicionado é um grande aliado nos dias de calor, mas o equipamento também pode trazer problemas para a saúde, se não for bem utilizado e não tiver uma manutenção adequada. De acordo com a pneumologista e alergologista do Hospital Dia do PulmãoCaroline Bernardes, o equipamento pode provocar alergias por dois motivos.

Os ácaros, fungos e bactérias, que se concentram no aparelho, são facilmente proliferados por todo o ambiente, provocando o surgimento de reações alérgicas e quadros infecciosos, explica Bernardes. Por isso, a importância da manutenção e limpeza periódica do equipamento.

O segundo motivo é o popular choque térmico. Além da rápida mudança de temperatura na transição entre ambientes climatizados e naturais, o resfriamento do ar pode afetar o trabalho e a sensibilidade da mucosa respiratória, ocasionando os sintomas de rinite, bronquites e outras doenças. Uma recomendação é intercalar períodos com o sistema ligado e desligado. Assim, minutos antes de sair do ambiente, basta desligar o ar condicionado, para que o organismo se habitue à temperatura exterior, indica.

Além disso, o ar-condicionado retira a umidade do ar para resfriar o ambiente. Para minimizar os incômodos, Bernardes indica aumentar a ingestão de água durante a exposição ao equipamento.

Buscando orientação médica

Caso os sintomas de alergia se manifestem é fundamental buscar orientação médica. Também é possível fazer o Teste Alérgico, para diagnosticar se não há algum outro tipo de alergia que pode agravar as reações.

Em Blumenau, o Hospital Dia do Pulmão aplica esse exame, que verifica a sensibilidade (alergia) a certas substâncias inalantes. A aplicação do teste é indolor, feitas através de punturas na pele da região do antebraço, para permitir que as substâncias entrem em contato com o organismo.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (47) 3037-7099.

Deixe uma resposta