Asma e alergias: Previna-se dos clássicos vilões do inverno

Inverno, frio, tempo úmido... e as inimigas do sistema respiratório voltam a atacar. A prevenção e pequenos cuidados podem evitar maiores complicações para quem sobre de Asma e Rinite nesta época do ano Reprodução)

Inverno, frio, tempo úmido… e as inimigas do sistema respiratório voltam a atacar. A prevenção e pequenos cuidados podem evitar maiores complicações para quem sobre de Asma e Rinite nesta época do ano (Reprodução)

(Tamiris Schlegel / Presse Comunicação Empresarial)

Sem aviso prévio, o frio chegou. E com ele, aparecem as típicas alergias desta época do ano. Durante os dias de outono e inverno a umidade do ar fica alterada e as bactérias, ácaros e os vírus que ocasionam as doenças respiratórias ficam propícios a se proliferarem, atingindo facilmente mais pessoas. Por isso, a Asma Brônquica, popularmente conhecida como Bronquite Alérgica, a Rinite e outras alergias, são lembradas para combate e prevenção nesta época onde as coisas começam a esfriar um pouco mais.

A Asma consiste no estreitamento de canais de ar dos pulmões, os chamados brônquios, o que dificulta a respiração, causando tosse seca, chiado e sensação de aperto no peito. É uma doença que pode surgir desde a infância e que não tem cura, mas possui tratamento que, na maioria dos casos, permite vida normal, evitando as crises e gravidades.

drmauro

Dr Mauro Kreibich (Reprodução / HDP)

Segundo o pneumologista do Hospital Dia do Pulmão, Mauro Kreibich, a inflamação crônica das vias aéreas tende a piorar quando há exposição aos alérgenos respiratórios. Por isso a importância de lembrar as duas datas e de conscientizar as pessoas portadoras de Asma para que haja cuidado redobrado durante as baixas temperaturas, frisa.

As características genéticas e ocorrências familiares variam de caso para caso, assim como os sintomas podem ser mais fortes ou mais leves em diferentes indivíduos. No entanto, Kreibich explica que em mais de 50% das situações os agentes que se manifestam no ar, como poeira e mofo, assim como as doenças infecciosas, como resfriados e gripes, são os principais inimigos dos asmáticos.

É preciso estar atento aos sintomas e agravamentos, a mudanças de temperatura e outros elementos aerodispersíveis (pós, poeiras, gases e produtos químicos) são outros fatores que geram preocupação para quem sofre de Asma, pelo fato das vias respiratórias mais sensíveis, ressalta.

Hospital Dia do Pulmão Reprodução / HDP)

Hospital Dia do Pulmão (Reprodução / HDP)

Cuidados e prevenção:

Para evitar que as alergias e, consequentemente, as crises de Asma se desenvolvam neste período é importante realizar algumas medidas de prevenção. Confira as dicas do pneumologista a seguir.

Reprodução)

(Reprodução)

– Se alimentar adequadamente com verduras, legumes e frutas. Além disso, beber muita água todos os dias. Isso deixará o organismo bem hidratado e com a imunidade mantida, auxiliando para que os vírus e as bactérias não comprometam o organismo;

– Manter as mãos sempre limpas para impedir contaminações. Lave-as com água e sabonete antisséptico ou com álcool em gel. Se precisar usar lenços, dê preferência aos descartáveis;

– Manter a casa limpa, livre de sujeiras e poeiras, e as janelas abertas, para que os cômodos tenham ventilação adequada;

Deixe uma resposta