Videotape n’A Boina nº31(Crítica) – X-men: Apocalipse

 

Aviso: Se você é fanboy dos X-MEN e não sabe lidar com críticas negativas, aconselho que não leia esse texto ou você vai ficar de birrinha comigo ;) (Reprodução / Marvel)

Aviso: Se você é fanboy dos X-MEN e não sabe lidar com críticas negativas, aconselho que não leia esse texto ou você vai ficar de birrinha comigo 😉 (Reprodução / Marvel)

(Lucas “Luke” Baldin)

Hello, Videotapers! Tudo bem com vocês?

Hoje volto a fazer uma crítica, algo que, por falar nisso, inspirou o primeiro texto aqui n’A BOINA quando falei minhas impressões sobre Vai que ColaO Filme. Essa foi a terceira semana seguida que fui ao cinema, dessa vez fui duas vezes na mesma semana. Sou muito exigente, gosto de ir no melhor dia, no melhor horário e ainda por cima na exbição 3D. Para esse filme que vou citar nem fiz questão de pagar mais caro indo na versão em três dimensões.

Já havia assistido a uma dura crítica sobre o o longa que vou comentar, essa me inspirando para dizer que X-Men: Apocalipse é fraco, confuso e uma prova de que essa foi apenas um jeito dos produtores ambiciosos juntar grana com algo que está na tendência: Filme de equipe de super-heróis.

Eu sabia mais ou menos sobre a historia por que assistia ao desenho X-Men: Evolution e lá os últimos episódios foram sobre o ataque do Apocalipse. De antemão digo que teria sido melhor ir ver o filme do Pelé. E outra. Até no desenho o vilão foi melhor construído.

Agora, a sinopse oficial: Desde o início da civilização, ele é adorado como um deus. Apocalypse, o primeiro e mais poderoso mutante do universo X-Men da Marvel, acumulou os poderes de muitos outros mutantes, tornando-se imortal e invencível. Ao acordar depois de milhares de anos, ele está desiludido com o mundo em que se encontra e recruta uma equipe de mutantes poderosos, incluindo um Magneto desanimado (Michael Fassbender), para purificar a humanidade e criar uma nova ordem mundial, a qual ele reinará. Como o destino da Terra está por um fio, Mística (Jennifer Lawrence), com a ajuda do Professor X (James McAvoy), deverá levar uma equipe de jovens X-Men para conter o seu maior inimigo e salvar a humanidade da completa destruição.

Assista ao Trailer que é bem interessante por sinal, pena que o material final é decepcionante:

Eu cresci assistindo ao X-men, desenho que passava na hora do almoço no Bom Dia & Cia (SBT). Eu adorava aquele show de mutantes com super poderes e tudo mais. Conforme fui crescendo saíram três filmes da franquia no cinema. Eu ainda não entendia sobre heróis e nem nada do tipo. Já era praticamente adulto quando lançaram os reboots Primeira Classe e Dias De Um Futuro Esquecido (Apocalipse sendo a continuação). Assisti a metade de Dias de Um Futuro esquecido em casa mesmo. Não continuei por que era cansativo e eu esqueci de retomar. Então, ao entrar na sala do cinema para assistir a esse novo longa: Apocalipse, fiquei pensando se seria chato esse também.

E a reposta é sim!

Só o Magneto salva. O excesso de drama é forçado, mas salvou (no meu sentido) porque eu entendi alguns flashbacks da história dele em Primeira Classe. E também tiveram outros motivos, mas esse é um assunto para outro post, Muy Pronto! (Reprodução / Marvel)

Só o Magneto salva. O excesso de drama é forçado, mas salvou (no meu sentido) porque eu entendi alguns flashbacks da história dele em Primeira Classe. E também tiveram outros motivos, mas esse é um assunto para outro post, Muy Pronto! (Reprodução / Marvel)

Duas horas e pouco de filme. É bastante né. Ou pode ser pouco caso a história seja envolvente como foi Capitão América 3: Guerra Civil. Mas não foi. São muitos arcos e, tipo, nada faz sentido. É muito bagunçado. Piadas fora de hora e muita computação gráfica em coisas que são batidas no cinema, que não provocam mais emoção. Muitas coisas acontecem por acontecer e eu que sou um espectador comum e não li as hqs, fiquei querendo explicações.

Muitos personagens que eu gosto (como a Jubileu) deveriam falar e interagir de verdade, As cenas de batalha são sem graça e clichês, coisa pra encher linguiça. A única coisa que salva mesmo o filme é o Magneto (entendedores entenderão). Claro, a fotografia é bonita, algumas cenas tem uma plástica interessante e a trilha sonora -ás vezes- é bacana. Mas é algo que eu vou esquecer.

Eu fico indignado ao pensar que daqui uns meses esse filme será anunciado nas propagandas do Telecine como O FILME DO ANO. É na real o pior filme do ano! Não vou falar mais pra não dar spoiler. Mas assim, como um amigo eu digo: assista ao desenho em que aparece a batalha do Apocalipse que é bem mais legal. Bem mesmo. Mas confesso que eu vou comprar o DVD desse filme quando entrar em promoção nas Lojas Americanas.

Eu vou ficando por aqui, veja a seguir a NOS BASTIDORES, onde nessa semana contei séries que foram canceladas e renovadas. Veja!! (voz de Nelson Rubens);

NOS BASTIDORES: Séries renovadas e canceladas

Bj, bj e até semana que vem!

Luke para A BOINA encerrando a transmissão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s