Blumenau entre robôs: FURB sediará fase estadual da Olimpíada de Robótica

Os trabalhos agitados dos futuros profissionais da robótica nacional na Oimpiada Brasileira de Robótica - OBR - em 2015. Competição terá a fase catarinense sediada em Blumenau. Mais exatamente no Complexo Esportivo da FURB, em setembro Reprodução)

Os trabalhos agitados dos futuros profissionais da robótica nacional na Oimpiada Brasileira de Robótica – OBR – em 2015. Competição terá a fase catarinense sediada em Blumenau. Mais exatamente no Complexo Esportivo da FURB, em setembro Reprodução)

(Giovana Pietrzacka / Jornalismo FURB)

Pela primeira vez, Blumenau vai sediar uma etapa regional da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR). O evento estudantil, considerado o maior de robótica da América Latina, será dia 13 de agosto, no Complexo Esportivo da FURB. O evento científico já conta com inscrições de 53 equipes, sendo 41 de ensino médio e 12 de ensino fundamental, representando escolas públicas e particulares de mais de 30 municípios do estado de Santa Catarina.

A primeira reunião de preparação ocorreu nesta quarta-feira (8 de junho), nas dependências da Escola Técnica do Vale do Itajaí (ETEVI) que fica junto à FURB. Participaram do encontro o coordenador estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica, Adilson Jair Cardoso; o coordenador local do evento, professor da ETEVI, Bolívar Fernandes da Silva e o diretor da ETEVI, Manoel José Fonseca Rocha.

(Giovana Pietrzacka / FURB)

Adilson, Bolivar e, ao centro, Manoel. As primeiras tratativas para a fase estadual da OBR, que a FURB sediará em agosto. É a primeira vez que Blumenau sedia uma parte desta competição (Giovana Pietrzacka / FURB)

Cardoso aproveitou a visita para conhecer as instalações da FURB e a alinhar algumas decisões. Ele disse que a escolha de Blumenau para sediar a fase estadual está amparada em dois pilares. Além de ter uma estrutura física muito boa, tem uma capacidade humana de muita qualidade, disse, referindo-se aos professores da Universidade e também da ETEVI, considerados referências no Estado.

O coordenador estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica destaca a importância da competição para os alunos. A atividade desenvolver o raciocínio lógico, a habilidade de trabalhar em equipe e a limitação do tempo para desenvolver a tarefa proposta. Tudo isso, os alunos participantes tem a oportunidade de aprender, comentou.

A Olimpíada

Reprodução / OBR)

(Reprodução / OBR)

A competição terá duas modalidades: prática e teórica. Na primeira, os estudantes terão que construir robôs que possam percorrer um trajeto cheio de obstáculos e desafio em um tempo determinado. Na teoria, eles respondem a perguntas elaboradas pelo Comitê de Professores da Olimpíada Brasileira de Robótica.

O vencedor de cada categoria vai representar o Estado na competição nacional que será em outubro, em Recife. Informações sobre a Olimpíada pelo site oficial.

Núcleo de Robótica da ETEVI

Reprodução / FURB)

(Reprodução / FURB)

Além de ser o coordenador local do evento, o professor Bolivar também coordena o Núcleo de Robótica Educacional na ETEVI, implantado oficialmente ano passado na escola. Ele já está preparando três equipes de alunos da escola para participar desta fase estadual da Olimpíada.

Este Núcleo funciona com a parceria do professor Aurélio Faustino Hoppe, do Curso de Sistemas de Informação da FURB. O diretor da ETEVI, Manoel José Fonseca Rocha, observou que esta parceria deve se fortalecer ainda mais. Esperamos unir forças e buscar parcerias para conseguir sediar com êxito esta etapa regional da Olimpíada Brasileira de Robótica, comentou.

Deixe uma resposta