No Rotary: Vadinho é empossado como presidente do Hermann

Vadinho junto de Elton Sewald na concorrida cerimônia que empossou o advogado de 47 anos como novo presidente do Rotary Hermann Blumenau (Reprodução/Giovani Vitória)

Vadinho junto de Elton Sewald na concorrida cerimônia que empossou o advogado de 47 anos como novo presidente do Rotary Hermann Blumenau (Reprodução/Giovani Vitória)

(Giovani Vitória)

Uma concorrida cerimônia, com a presença das principais lideranças distritais do Rotary, lideranças empresariais e de autoridades municipais, marcou a posse do advogado Erivaldo Nunes Caetano Júnior (Vadinho), 47 anos, na presidência do Rotary Club Hermann Blumenau.

O mandato será de 12 meses (Ano Rotário 2016-17). A solenidade de transmissão de cargo ocorreu na noite da última quarta-feira (22/06), nas dependências do Teatro Carlos Gomes. Ele recebeu o cargo das mãos do empresário e até então presidente, Elton Sewald. O Hermann está completando 35 anos de existência e uma extensa programação festiva está sendo realizada neste ano, finalizando em setembro – data oficial da fundação.

Em seu pronunciamento de despedida, Sewald fez um balanço de sua gestão, com diversas ações de companheirismo como marca registrada, sem deixar de lado as ações de responsabilidade social que acompanham a trajetória do clube de serviço, ao longo de suas três décadas e meia de existência. Oportunidade é receber e doar conhecimento, amor e dignidade. E ser rotariano é ter essa oportunidade, salientou o empresário, ao final de seu discurso de despedida.

Ao ser empossado, Erivaldo Caetano lembrou palavras de Paul Harris, fundador do Rotary: Servir a humanidade é a coisa mais importante que uma pessoa pode fazer, salientando que graças ao trabalho de rotarianos, o mundo poderá testemunhar a erradicação da poliomielite ainda esse ano.

Homenagens

(Reprodução)

Carla Ricchioni (Reprodução)

Foi uma noite de homenagens e surpresas. A primeira delas emocionou a intercambista italiana Carla Ricchioni, intercambista apadrinhada pelo Distrito 4650, tendo o Hermann como Clube anfitrião. Carla foi indicada pelo Distrito 2120 Rotary Club Bari Mediterrâneo. Foi a primeira vez na história que o Distrito recebeu uma pessoa da Itália para fazer um intercâmbio de longa duração (um ano). Carla retornará para seu país de origem no final do mês de junho. A jovem assistiu a um vídeo com uma mensagem dos seus pais e não segurou as lágrimas.

Houve ainda a entrega do título Paul Harris para companheiros rotarianos, esposas e apoiadores do Hermann. Trata-se da maior distinção concedida pelo Rotary International a um rotariano, por seu apoio aos projetos desenvolvidos, fazendo contribuições ou por reconhecimento pelos serviços prestados. Desde sua fundação, o Hermann contava com 29 pessoas com essa comenda.

Receberam a o título: Sérgio Graff (rotariano e empresário), Norivaldo Testoni (rotariano e médico), Jacqueline Bruna Luchtenberg Caetano (odontologa), Renato Grahl (esportista e colaborador da Taschibra) e Ana Alice Schreiber (voluntária).

O novo presidente

Erivaldo Caetano Junior, o Vadinho. Advogado natural de Sombrio e com passagens pela Fesporte, pela presidencia do Clube Atlético Metropolitano e pelo Seterb (Reprodução / Radio Nereu Ramos)

Erivaldo Caetano Junior, o Vadinho. Advogado natural de Sombrio e com passagens pela Fesporte, pela presidencia do Clube Atlético Metropolitano e pelo Seterb (Reprodução / Radio Nereu Ramos)

Advogado, Vadinho tem 47 anos e é natural de Sombrio, no sul do estado, mas reside em Blumenau há mais de duas décadas, onde cursou a faculdade de Direito na Universidade Regional de Blumenau (FURB). Foi ex-secretário estadual da Casa Civil e ex-diretor do Procon de Blumenau. Também ocupou cargos públicos, presidindo a Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte) e o Seterb. Na vida comunitária, presidiu o Clube Atlético Metropolitano.

À frente do Rotary, terá como missão coordenar das comemorações de 35 anos do Clube, programadas para ocorrer durante todo segundo semestre, além de manter a entidade atuante, como sempre fez, em prol da humanidade e seguindo o lema da gestão desse ano rotário: Rotary a Serviço da Humanidade, onde os rotarianos de todo mundo têm como filosofia: Dar de Si Antes de Pensar em Si.

Deixe uma resposta