Gramming & Marbles (Indy): Em exibição de gala, Josef Newgarden pulveriza concorrência em Iowa

Acachapante, já dizia o bom e velho adjetivo. Ninguém se colocou a frente de Newgarden, que mesmo com uma mão ainda meio quebrada e um time ainda meio pequeno, fez história no oval de Iowa (IndyCar)

Acachapante, já dizia o bom e velho adjetivo. Ninguém se colocou a frente de Newgarden, que mesmo com uma mão ainda meio quebrada e um time ainda meio pequeno, fez história no oval de Iowa (IndyCar)

Quem assistiu à corrida da F-Indy em Iowa no último domingo pode ter certeza de que viu algo muito incomum, absurdo na verdade. Numa categoria que sempre apresenta resultados apertados, um piloto ter o desempenho para colocar mais de uma volta em todos os concorrentes é algo praticamente impossível. Ainda mais em um circuito oval. Pois isso quase aconteceu na prova do milho com Josef Newgarden, que só não realizou um massacre completo porque as bandeiras amarelas impediram.

Partindo do segundo lugar no grid, o piloto da Carpenter logo tratou de detonar a pole do líder do campeonato, Simon Pagenaud. A corrida seguiu com alguns incidentes, mas nada que chamasse mais a atenção do que o ritmo de prova insano imprimido por Newgarden. A Carpenter deu a seu piloto um carro com um acerto perfeito, e que cuidava muito bem dos pneus. Em pouco mais de 20 voltas, o líder da prova já dobrava retardatários.

Foram algumas relargadas, e mais um pouco todos estariam uma volta atrás do Chevrolet verde da Carpenter. Newgarden foi perfeito (IndyCar)

Foram algumas relargadas, e mais um pouco todos estariam uma volta atrás do Chevrolet verde da Carpenter. Newgarden foi perfeito em 282 voltas lideradas. Um recorde! (IndyCar)

Após a primeira janela de pit-stops, Josef aparecia com incríveis 13s de vantagem para Pagenaud. Em mais algumas voltas, o líder do campeonato levaria uma volta de Newgarden, mas aí o motor de Ryan Hunter-Reay pegou fogo, e tivemos a primeira bandeira amarela da corrida. Alexander Rossi, vencedor da Indy 500, foi o único que não parou nessa hora, e liderou a corrida por quatro voltas, até ser ultrapassado pelo Chevrolet verde, que novamente começava a disparar na ponta.

Juan Pablo Montoya fazia boa corrida em quarto lugar, quando seu motor também abriu o bico. O azar não foi só do colombiano, já que Hélio Castroneves havia acabado de ir para o seu pit-stop, e a bandeira amarela acabou com suas chances na prova. O calvário do brasileiro continuou quando Max Chilton rodou faltando pouco mais de 50 voltas para o fim, novamente logo após outro pit do piloto da Penske, que acabou em 13º, duas voltas atrás do líder.

Power teve um final avassalador, passando quem via até alçar o segundo lugar. Australiano confirma a boa fase (IndyCar)

Power teve um final avassalador, passando quem via até alçar o segundo lugar. Australiano confirma a boa fase (IndyCar)

A cada relargada, crescia a expectativa de que alguém poderia desafiar Newgarden. Na última delas, Scott Dixon, em brilhante prova, estava em segundo. Mas nem ele foi capaz de acompanhar Newgarden. Quem garantiu a emoção no fim da prova mesmo foi Will Power. O australiano se recuperou bem após um trabalho ruim da Penske, e com um sprint final impressionante, fez belas ultrapassagens sobre Tony Kanaan, Pagenaud e Dixon para terminar em segundo. Dixon fechou em terceiro, Pagenaud em quarto, Mikhail Aleshin em quinto e Alexander Rossi em sexto.

É natural que muitos fãs da Indy torçam o nariz para uma corrida como essa, mas os verdadeiros fãs de automobilismo sempre vão reconhecer a beleza de uma exibição espetacular como a de Newgarden nesse domingo, que ainda teve quebra de recorde, com 282 voltas lideradas pelo piloto da Carpenter, maior número em uma única corrida na história da categoria.

Corrida movimentada para os brasileiros. Kanaan (de azul), foi o melhor, chegando em quarto, perdendo o pódio nas últimas voltas. Já para Helinho, os pit-stops o deram azar ao cair em bandeiras amarelas. Ele foi apenas o 13º (IndyCar)

Corrida movimentada para os brasileiros. Kanaan (de azul), foi o melhor, chegando em quarto, perdendo o pódio nas últimas voltas. Já para Helinho, os pit-stops o deram azar ao cair em bandeiras amarelas. Ele foi apenas o 13º (IndyCar)

Um verdadeiro show. De lambuja, Newgarden chegou a vice-liderança do campeonato. Tudo isso com o carro de uma equipe que não é vista como um dos top-teams da categoria, e com uma mão meio quebrada.

Os 10 mais – Corrida

1 – Josef Newgarden (Carpenter-Chevrolet)
2 – Will Power (Penske-Chevrolet)
3 – Scott Dixon (Ganassi-Chevrolet)
4 – Simon Pagenaud (Penske-Chevrolet)
5 – Mikhail Aleshin (Schmidt Peterson-Honda)
6 – Alexander Rossi (Andretti-Honda)
7 – Tony Kanaan (Ganassi-Chevrolet)
8 – Sébastien Bourdais (KV-Chevrolet)
9 – James Hinchcliffe (Schmidt Peterson-Honda)
10 – Charlie Kimball (Ganassi-Chevrolet)                                                                                                       13 – Hélio Castroneves (Penske-Chevrolet)

Josef agora é o vice-líder do campeonato, e com autoridade, firmando-se mais e mais na categoria, de promessa a ameaça presente a poderosa esquadra da Penske (IndyCar)

Josef agora é o vice-líder do campeonato, e com autoridade, firmando-se mais e mais na categoria, de promessa a ameaça presente a poderosa esquadra da Penske (IndyCar)

Os 6 mais – Campeonato

1 – Simon Pagenaud (Penske-Chevrolet) – 409
2 – Josef Newgarden (Carpenter-Chevrolet) – 336
3 – Will Power (Penske-Chevrolet) – 334
4 – Scott Dixon (Ganassi-Chevrolet) – 321
5 – Hélio Castroneves (Penske-Chevrolet) – 318
6 – Tony Kanaan (Ganassi-Chevrolet) – 306

Semana que vem tem mais Indy, desta vez com o circuito de rua da provinciana Toronto, no Canadá.

Até Lá!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s