Fabrício Wolff em A BOINA: O Dia do dia daquele dia

Datas, datas, datas por todos os lados no calendário. Tantos dias a celebrar que nunca sabe-se se tal dia é o dia, ou que o lado comercial daquele dia impulsiona aquele dia (Reprodução)

Datas, datas, datas por todos os lados no calendário. Tantos dias a celebrar que nunca sabe-se se tal dia é o dia, ou que o lado comercial daquele dia impulsiona aquele dia (Reprodução)

(Fabrício Wolff)

Se há algo que realmente me impressiona é a facilidade que as pessoas têm de criar dias disso e daquilo. É certo que há sempre um interesse por trás disso. Os dias de alcance mais amplo, tem o condão comercial de tentar movimentar a economia. É o caso, por exemplo, do Dia das Mães, dos Pais, da Criança, da Mulher, dos Namorados… todos têm forte apelo comercial.

Outras datas religiosas também foram açambarcadas pelo tino dinheirístico, caso do Natal e da Páscoa. Algumas datas não colaram comercialmente, como o Dia do Homem, da Avó e do Amigo – que, dizem, comemora-se neste 20 de julho. Mas ainda que não tenham pegado, não há dúvidas de que a intenção era comercial. Nada acontece – ou é inventado – por acaso.

Se passarmos os olhos pelos municípios brasileiros, vamos ver que os vereadores também ajudaram, a criar muitos outras comemorações anuais através dos dias disso e dias daquilo. E não há exceções. Eles são instituídos em penca para agradar os mais diversos públicos.

O Itajaí-Açu na curva bem no Centro. Acredite, até ele tem uma data comemorativa (Jaime Batista)

O Itajaí-Açu na curva bem no Centro. Acredite, até ele tem uma data comemorativa (Jaime Batista)

Só em Blumenau, por exemplo, temos centenas deles. É o caso do Dia Municipal da Família na Escola, do Jovem Empreendedor, do Combate à Pirataria, do Rio Itajaí Açu (sim, o rio tem seu dia), Dia Municipal da Conquista do voto Feminino no Brasil (hein?), Dia de Combate ao Preconceito às Pessoas com Nanismo, entre tantos outros. Pelo Brasil afora pode-se encontrar ainda o Dia Municipal da Penitência, de São Salvador do Mundo, Cultura e Paz, do Gaiteiro, do Direito de Nascer, da Vitória Aliada na Europa, do Baterista etc etc e etc…que não acaba mais.

Particularmente, sou contra. Acredito piamente que se há respeito pelas pessoas como elas são – e é isso que todo mundo quer – todo o dia é dia das pessoas, sejam quais forem suas crenças, gênero ou situação na sociedade. Não comemoro o Dia do Homem e espero que todos me respeitem como tal todos os 365 dias do ano. Até costumo ganhar presente no Dia dos Pais, mas o que me importa mesmo é o carinho e respeito dos meus filhos o ano todo.

Nem mesmo dou bola pro dia que comemora minha profissão (7 de abril). Preferia que os empregadores desta profissão reconhecem o importante trabalho feito com salários dignos. Um exemplo disso é o Dia do Professor (15 de outubro): Com os salários que recebem e o reconhecimento dos alunos apenas uma vez por ano, é melhor procurar outra coisa para fazer. A mim, cheira hipocrisia.

Há datas, logicamente, que tem seus simbolismos, como o Natal. Embora até o Natal tenha se perdido - e há muito tempo - na insanidade comercial, trocando significados por presentes (Reprodução)

Há datas, logicamente, que tem seus simbolismos, como o Natal. Embora até o Natal tenha se perdido – e há muito tempo – na insanidade comercial, trocando significados por presentes (Reprodução)

Nem mesmo o Dia dos Namorados – que não depende só de mim – comemoro na data oficial. Minha mulher sabe bem disso. Está tentando se acostumar ainda. Comemoramos no dia em que começamos a namorar. Aí a data é especial de verdade, não uma mera imposição comercial. Aí é uma data que verdadeiramente diz algo para nós. E é por aí que tento balizar a importância que dou às coisas.

Respeito a todos em todos os dias do ano e comemorações quando a data realmente diz algo para a pessoa – o que aliás, resume datas comemorativas ao aniversário da pessoa e às datas que realmente significaram algo nesta trajetória de vida. Sim, pode ser meio ranzinza, mas considero muito mais sincero. Meu firme objetivo de aliar teoria e prática pode até frustrar algumas expectativas… mas ajuda com que eu me respeite como ser pensante.

E, se você é meu amigo, não vai receber cumprimentos hoje. Será amigo todos os dias.

Deixe uma resposta