Material escolar: Planejar a compra é opção para controlar orçamento

Inicio do ano e a dor de cabeça maior dos pais: O material escolar.

Inicio do ano e a dor de cabeça maior dos pais: O material escolar. Além de lidar com os altos preços da lista deste ano, como frear as crianças que confundem material com ostentação ou brinquedo? Siga as dicas e fique tranquilo ao enfrentar a batalha da volta as aulas (Reprodução)

(Mariene Maluli / Presse Comunicação Empresarial)

A compra do material escolar dos filhos deve estar mais cara neste início de ano. Vários fatores devem influenciar esse aumento, como a inflação, o preço dos produtos, a alta do dólar, entre outros. Por isso, o professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e palestrante nas áreas de Finanças, Gestão e Governança, Andriei Beber, orienta que é essencial fazer um planejamento, para que as compras sem pesquisas prévias não comprometam o orçamento familiar.

É possível driblar os preços altos, com alternativas para encontrar os melhores valores e formas de adquirir os produtos e ainda economizar na hora da compra do material escolar dos filhos, informa Beber. Os livros são apontados como os grandes vilões, os produtos mais caros da lista de materiais escolares. Já o valor das mochilas, estojos e lancheiras, por exemplo, tiveram 30% de aumento, principalmente devido à alta da moeda norte-americana.

Para o professor da FGV, Andriei Beber, pesquisar é a melhor forma de garantir a melhor compra do material escolar dos filhos (Reprodução / Presse)

Para o professor da FGV, Andriei Beber, pesquisar é a melhor forma de garantir a melhor compra do material escolar dos filhos (Reprodução / Presse)

Mas a volta às aulas não precisa ser um pesadelo. E para driblar os preços altos e controlar o orçamento da família, há algumas alternativas para encontrar os melhores valores e formas de adquirir os produtos sem esvaziar a carteira, diz Beber.

Abaixo, o professor da FGV lista algumas dicas para economizar na hora de comprar o material escolar das crianças:

– Pesquise em diferentes locais para conseguir comprar mais barato: A pesquisa ainda é a melhor alternativa para quem deseja economizar. Fazer orçamentos em diferentes lugares é o jeito mais prático de descobrir produtos em ofertas, como em papelarias e livrarias, sites e em sebos online. Assim como negociar os valores para obter um desconto maior. Tire um dia apenas para pesquisas. Conheça os valores oferecidos pelo mercado.

Reprodução)

Pesquisar é uma das melhores saídas para economizar. E outra muito importante: Faça as compras de material sem os filhos, já que o que a mídia vende muitas vezes não é um bom negócio (Reprodução)

– Faça as compras sem os filhos: Sem dúvida alguma a criança gostaria de ganhar determinada marca de caderno ou aquela mochila que viu na TV. Entretanto, nem sempre comprar tudo o que ela deseja é um bom negócio, já que muitas vezes é influenciada pela mídia e não sabe o quanto isso pesa no orçamento da família. Para evitar a compra por impulso ou para satisfazer o desejo dos filhos, faça as compras sozinho ou tenha uma conversa séria explicando aos filhos sobre a necessidade de economizar.

– Reaproveite o material já comprado: Ter tudo novo é muito bom, mas existem muitos materiais que podem ser reaproveitados durante mais um ano escolar. Reúna os materiais que ainda estão em bom estado e compre apenas o necessário da lista. Com isso, seus filhos aprenderão sobre educação financeira desde cedo.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s