Karina Beatrice em A BOINA: O dia de uma mulher com TPM

(Reprodução)

(Reprodução)

(Karina Beatrice Frainer)

-Nossa, que dia mais quente já de manhã cedo! Não sei como tem gente que gosta do verão. Credo! A gente já levanta suada e não tem vontade de fazer nada. É bom para quem não precisa trabalhar e pode ficar na praia o dia todo. Esse não é o meu caso!

– Vamos lá para a corrida. Um pouco de exercícios vai me fazer bem. Como minhas pernas doem! Acho que não vou fazer o mesmo trajeto porque não vou aguentar. Aff, eu que prometi que faria cada semana mais. Só hoje mesmo que não estou muito legal. Esse vento na cara também ninguém merece. Eu nem consigo correr sem comer cabelo. Saco! As pessoas bem que poderiam parar de andar coladas, a gente nem consegue passar na calçada. Parece que é propriedade delas! Vou caminhar mais do que correr hoje. Muita dor aqui do lado. Devo estar respirando errado.

(Reprodução)

(Reprodução)

– Vou tomar um banho rápido e ir ao trabalho. Mil coisas para fazer hoje! Que trânsito. Não sei até quando isso vai continuar. A gente precisa sair as 6h da manhã para conseguir chegar ao trabalho sem passar duas horas na estrada. É uma vergonha! Cidades mal planejadas. Sem contar que as pessoas não têm educação e não respeitam as leis de trânsito. Folgados. Nem a rádio está colaborando hoje. Que músicas! O dia fica pior ainda!

-Minha sala está quente. Não sei porque as funcionárias não ligam logo o ar condicionado de manhã quando chegam. Parece que não tem vontade de trabalhar. É tão simples. Era só ligar! Minha chefe me chamando na sala dela já cedo, coisa boa não é…

Bom dia, Sabrina! Eu analisei o seu projeto e gostaria de fazer algumas considerações. Ele pode ficar ainda melhor se você fizer umas alterações. Mas eu gostei muito. Eu anotei tudo aqui. Se você tiver alguma dúvida, estarei em reunião agora, mas depois eu posso responder.

(Reprodução)

(Reprodução)

– Como assim alterações? Eu trabalhei muito tempo nesta porcaria de projeto. E ela me diz que tenho que fazer alterações. Ai que ódio! Ódio! Haaaaaaaaaaaaaaaa podia pegar fogo né? Eu sou uma das melhores funcionárias dela, dedicada e estou sempre pronta ajudar e ela me diz que tenho que fazer alterações? Como assim? Raivaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!! Eu sabia que não deveria ter saído de casa hoje.

Dona Sabrina, seu marido ligou e disse que não vai poder almoçar com a senhora hoje porque foi marcada uma reunião de última hora. Ele vai ligar mais tarde.

– Perai, reunião? Por que ele não ligou direto para meu celular? Será que ele temia que eu fizesse perguntas? Me trocar por uma reunião de trabalho? Como assim? Logo hoje que a gente ia no meu restaurante preferido. Será que ele tem outra? Que ele está usando esse pretexto para sair com alguma secretária no almoço? Mas eu conheço as pessoas que trabalham com ele. Estranho. O telefone dele cai na caixa. Isso não vai ficar assim. Ele vai ver com quem ele se casou.

(Reprodução)

(Reprodução)

– Parece que esse ar condicionado não está fazendo efeito. Que calor! Estou me sentindo inchada, sei lá. Nem sei o que vou pedir para comer. Estou com vontade de chocolate mesmo. Sei que isso não se almoça, mas eu preciso.

Laís, faz um favor para mim. Vai aí na esquina e compra uma barra de chocolate. Mas vai logo, tá. Obrigada.

– (Tempo depois) Ai, obrigada flor! Aqui está o dinheiro. Haaaaaa, ufa! Nem lembrava mais que chocolate era tão bom. Nem vou almoçar. Vou ficar por aqui mesmo.

– (Telefone toca) Oi, mãe? A senhora me ligando agora? Aconteceu alguma coisa?… Quem, a tia Sandra? Ai mãe, não acredito que a senhora me ligou para falar da vida dos outros… Comentar é, sei bem… Por favor, tenho mais o que fazer e pouco me interessada se o marido da tia Sandra saiu ou não de casa… Ainda bem! A senhora sempre diz que ele não quer nada com a vida… Ela se livrou de um encosto. E para de me dizer o que eu tenho que fazer. Fica querendo mandar o tempo todo. Que coisa!… Mais tarde eu ligo para a senhora melhor, tá… Beijos.

(Reprodução)

(Reprodução)

– Minha mãe as vezes não se toca! Me trata como se eu fosse uma criança. Isso me irrita profundamente. Ela ainda não percebeu que já tenho maturidade suficiente para cuidar de mim.

– Por que o Julio não atende a porcaria do celular! Quem é a piranha que está almoçando com ele? Ele que me aguarde. Ainda bem que a tarde passou rápido. A dor no corpo está me matando. Vou dar uma passada na loja para provar o vestido para a festa do fim de semana.

Oi, querida! Pode ser aquele que eu mandei guardar. Quero provar… Como assim venderam? Mas eu pedi para guardar, poxa!… Mandei duas mensagens e me responderam! Para que vocês têm assistência pelo whats, se não aplicam corretamente?… Me dá aquele azul para eu dar uma olhada… Lindo? Isso aqui está qualquer coisa menos lindo. Eu pareço uma baleia Jubarte! Olha só! Fiquei barriguda, e isso fica largo aqui… Nada disso! Deixa, vou comprar outro dia. Obrigada pela atenção!

(Reprodução)

(Reprodução)

– Eu não consigo entender qual a dificuldade de fazer um trabalho com qualidade. Depois não sabem porque as coisas não vão para frente. A gente quer dar credibilidade, mas também não colabora. Acha que eu sou cega? Que eu não percebi que ficou ridículo. Uix!

– Vou assistir um filme para relaxar. Ligar o ar condiciona e o meu Netflix.

– Não, é sério? Saiu a energia? Vou ter que ficar aqui morrendo de calor e sem nada para fazer? Não é possível. Deve ser um complô contra mim. Olha, seja quem for que fez a macumba, preciso dizer que está dando certo. Só pode ser uma nuvem negra na minha cabeça.

E no dia seguinte…

Bom dia, amor! Cheguei em casa ontem e você já estava dormindo… Desculpe por não ter almoçado com você, mas finalmente conseguimos fechar aquele negócio que te falei…. Quero que você me dê sua opinião sobre alguns tópicos, inclusive… Espero que não tenha ficado chateada…

– OI, amor! Bom dia! Claro que não. Fico feliz em saber que você conseguiu fechar o negócio. Nossa, que manhã linda de sol! Posso sentir a brisa suave. Obrigada, Senhor por esse dia! E pensar que tem gente que reclama de tudo na vida! Eu não entendo como conseguem…

Alguém se identifica?

(Reprodução)

(Reprodução)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s