Feriadões X produtividade: Saiba como aproveitar os dias de folga sem perder o pique no trabalho

Vem ai apenas o começo dos tantos feriados e pontos facultativos de 2017. No entanto, para quem vive na rotina constante, será que um break pode atrapalhar no foco do trabalho? (Reprodução)

(Camile Magalhães / Oficina das Palavras)

Ninguém consegue conter a felicidade quando, no calendário, se aproxima um feliz feriado. Tantas coisas a se fazer, lugares a conhecer, programas… ou, simplesmente, um descanso em casa ou no litoral. O ser humano que não se sente bem num feriado é raro e, num ponto de vista físico, ajuda a recobrar energias e desliga-nos das tensões que deixam nossos nervos, muitas vezes, a flor da pele.

Neste ano teremos, no total, 14 feriados e pontos facultativos, começando já nesta semana com o feriadão de sexta-feira santa. Com tantos dias de folga vem a pergunta cruel para quem vive intensamente a rotina profissional: Essa folga toda atrapalha a produtividade? É possível manter o foco depois de tanto descanso? Para a Coach da Effecta Coaching, Simone Barreto, sim, mas é preciso prestar atenção em alguns detalhes para aproveitar sem interferir nos resultados do trabalho.

Veja quais:

Simone Barreto, coach da Effecta Coaching (Reprodução)

– Faça um planejamento: Os feriados não são novidade, todos sabem quando vão acontecer. Então, faça um planejamento prévio das ações que devem ser tomadas. O que é preciso fazer antes dos dias de folga? Se organize e antecipe o que for preciso para que na volta você continue produzindo sem grandes prejuízos.

– Cuidado com a gestão do tempo: Quando se tem uma boa gestão do seu tempo, a agenda sempre terá espaço para a diversão e para o ócio. O problema é quando essa gestão não acontece e não temos tempo nem para dormir e comer direito. Isso gera uma necessidade e uma ânsia muito grande pelos feriados porque parece que só assim é possível descansar e se divertir. E isso sim afeta a produtividade. Na empolgação de aproveitar cada minuto, corre-se o risco de retornar ao trabalho tão ou mais cansado.

(Reprodução)

– Foco ante de sair e no retorno: O excesso de pausas pode dar a falsa sensação que a semana está recém começando, mesmo que seja uma quinta-feira. Ou ainda por ser uma semana curta, muitos acabam não produzindo porque acreditam que não terão tempo de dar continuidade ou completar uma tarefa. Atenção, isso gera atraso no início de novos projetos e na entrega de projetos em andamento.

– O ócio pode ser aliado da produtividade: Desde que haja disciplina para registrar as ideias que surgem de alguma forma, seja gravando no celular, anotando em algum caderninho de bolso, usando o bloco de notas ou qualquer lugar que possa ser consultado posteriormente. No lazer e na prática de hobbies acabamos gerando uma maior oxigenação cerebral, o que possibilita novas ideias e, porque não, descobrir a solução para algum problema que no dia a dia não se consegue resolver.

Deixe uma resposta