Gramming & Marbles (F1): Hamilton e Vettel em guerra enquanto Ricciardo fatura em Baku

Atrás deste capacete estão mil dentes sorridentes de surpresa: Daniel Ricciardo venceu o alucinante GP do Azerbaijão, a mais louca prova da F1 em tempos, que teve Stroll no pódio, toques mil e a abertura oficial da guerra Hamilton-Vettel (Getty Images)

Você também foi daquele cidadão que, coçando as costas e com cara de preguiça, ligou a televisão de manhã esperando um trenzinho monótono em Baku?

É? Foi mesmo?

Bom, vou te contar que eu também, e o Douglas idem. Mas não podemos reclamar se agora na tarde ou noite de domingo (quando este texto começou a ser aprontado) a adrenalina foi baixando aos poucos depois do que foi visto nas ruas apertadas da capital azeri. Depois de um ano sonolento como foi em 2016, a corrida deste ano não permitiu nem pescada de sono. Foi uma loucura como não vista na F1 há tempos e que entrou para a história.

Quem perdeu, ainda resta o consolo dos melhores momentos, mas mesmo neles, vai ficar extasiado. Teve esparrama na largada, Felipe Massa brigando por uma inesperada vitória e Lance Stroll subindo ao pódio, Force Indias se estranhando, Fernando Alonso nos pontos e, o melhor: Lewis Hamilton e Sebastian Vettel abrindo mão da amizade num incidente para entrar para a história. Tudo isso na imprevisível vitória de Daniel Ricciardo, que não tinha nada a ver com a novela dos líderes.

E se a coisa saiu assim mexida de Baku… imagine o clima que virá na Áustria. Vamos lá e prepare a água com açúcar. A adrenalina até pra escrever vai ser fogo. E não é exagero o que digo!

Continuar lendo

Gramming & Marbles (MotoGP): Rossi magistral e Dovizioso líder na catedral de Assen

Após mais de um ano, o mito maior da categoria voltou a vencer e em grande estilo. É a décima vitória de Rossi na Holanda. Agora faltam apenas sete triunfos para alcançar o imortal Giacomo Agostini e suas 122 vitórias. (Reprodução)

(Douglas Sardo)

Se você é fã da MotoGP com certeza não se arrependeu de ter acordado mais cedo para ver um verdadeiro desbunde de automobilismo na Catedral da categoria, no circuito de Assen, Holanda.

E se você é fã de Valentino Rossi, bom, aí você realmente tem muitos motivos para estar com o sorriso de orelha à orelha. O Doutor mostrou toda sua intimidade com a pista e numa performance que desafia as leis do tempo, derrotou o incrível Danilo Petrucci com a Ducati da Pramac. É o constante desafio as leis do tempo. O italiano já tem 38 anos e segue capaz de fazer corridas como a de hoje após ficar mais de um ano sem vencer. Um mito do esporte.

Mas Valentino não é o líder do campeonato. Essa honraria cabe a Andrea Dovizioso. E diga-se, desde 2009 com Casey Stoner que um piloto da Ducati não liderava o mundial da MotoGP. Quer mais? Maverick Viñales caiu e agora está quatro pontos atrás de Dovi e apenas três à frente de Rossi, que por sua vez está apenas quatro pontos à frente de Marc Márquez.

Nós falamos no texto da Catalunha que se chovesse em Assen o campeonato pegaria fogo. Nem precisou da chuva, uma garoa já foi o bastante…

Continuar lendo

Câmara de Vereadores na antiga prefeitura? NÃO!

Eis a sede da Fundação Cultural de Blumenau, antiga Prefeitura da cidade, que nos olhos dos vereadores da cidade-jardim, deveria ser a nova sede própria do legislativo. Uma proposta, no mínimo, cômica para a realidade da cidade e da histórica construção, um dos poucos redutos culturais da cidade (Reprodução)

Amigos e amigas do blog sabem que eu não sou o jornalista recomendado para falar de política. Minha preferencia é a política internacional e só, nada além disto. Aos que procuram as confusões e bochichos da nossa política, recomendo sites como o do professor Alexandre Gonçalves, o Informe Blumenau, sempre completo e direto nestes assuntos.

Mas, hoje, tive de parar e raciocinar diante do que li. Defensor da história como eu, quase cai da cadeira com o que li no Jornal de Santa Catarina, em matéria do blog do Pedro Machado, no último sábado (24/07). Atentai-vos.

Segundo o bom Pedro, a Câmara de Vereadores da cidade-jardim estaria estudando construir sua sede própria – pasme-se – na Fundação Cultural. A proposta seria verticalizar o prédio, aliando a construção clássica a um desenho moderno. A proposta tem dado boas impressões ao presidente da casa, vereador Marcos da Rosa (DEM), e já motiva um estudo por parte da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (essa troca de nomes tornou tudo uma salada!) para o uso do prédio, já que trata-se de uma construção histórica.

Pesa também a decisão do legislativo em permanecer na região central, descartando assim um terreno já adquirido pela prefeitura ao lado da rodoviária (por sinal, decadente), recusado pelos parlamentares pela localização e pela necessidade de desapropriação de parte de outro imóvel.

Continuar lendo

Som n’A BOINA #21: Mario Zan, o imortal da festa junina

Um rei entre nós. Da infancia humilde de filho de imigrantes do interior para um virtuoso do acordeon. Eis Mario Zan, não apenas o Rei da Sanfona, mas também o Rei da Festa Junina (Reprodução)

Você conhece Mário Giovanni Zandomeneghi? Se você nunca ouviu este nome na vida (ou está fingindo que não ouviu pra ver até onde esse nariz-de-cera vai chegar) saiba que ele manda e desmanda na quadrilha de São João desde o tempo que seu avô era o garanhão da madrugada.

No Brasil de ontem a hoje (e no futuro, naturalmente), não existe festa junina onde os acordes da sanfona deste sujeito estejam presentes. No carro de som anunciando um arraial, no ambiente da festa, na marcação da quadrilha, no bailão, na paquera. É musica para derrubar sertanejo universitário que ousa transformar a quermesse numa balada estúpida.

Então, hoje não tem como ser diferente. É Dia de São João em A BOINA, e o SnaB presta reverencia ao legítimo rei da sanfona: Mario Zan, o mito de todas as festas juninas, de ontem, de hoje e de sempre.

Continuar lendo

Gramming & Marbles (MotoGP/Le Mans): Depois da Catalunha, Dovizioso briga pelo título?

dovizioso_espanha

Dovi vai para Assen com duas vitórias seguidas, mas se diz fora da briga pelo campeonato. Será mesmo depois da baita prova em Barcelona? (Reprodução)

(Douglas Sardo)

O italiano da Ducati diz que não, mas após sua segunda vitória consecutiva Andrea Dovizioso está apenas 7 pontos atrás de um Maverick Viñales às voltas com a Yamaha um tanto perdida, um Valentino Rossi baleado e especulações de um retorno para a M1 de 2016. A Honda também não vive um grande momento com Marc Márquez 23 pontos atrás do líder.

Em um campeonato onde os desempenhos estão bastante condicionados a adaptação aos polêmicos pneus Michelin, não é impossível que um azarão chegue forte na reta final da temporada.

Sendo assim, analisamos as chances de Dovi nessa maluca temporada de 2017. E, de quebra, uma nota especial sobre o que foi as 24h de Le Mans deste ano, com mais uma vitória da Porsche para o quadro de troféus da casa de Stuttgart e um triunfo brasileiro em uma das categorias da mais antiga e desafiadora das corridas.

Continuar lendo

Problemas: Como transforma-los em oportunidades?

(Reprodução)

(Camile Magalhães / Oficina das Palavras)

De acordo com um estudo realizado pela Global Entrepreneurship Monitor (GEM) em parceria com o Sebrae, a cada dez brasileiros, quatro são empreendedores ou estão envolvidos com algum tipo de negócio. A maioria deles aprende na prática o quanto estar à frente de uma empresa é um desafio.

Quando alguém empreende, precisa estar preparado para tudo. Por isso é importante planejar, saber onde se quer chegar e como fazer para isso acontecer. O planejamento é fundamental para evitar que qualquer tropeço seja motivo para desistir do negócio, analisa Magnus Wolfram, presidente da Magnus Consultoria.

A vida empresarial impõe, diariamente, desafios e obstáculos a serem superados para que uma marca se destaque por diferenciais e se consolide no mercado. Ambientes desafiadores nos ajudam a crescer. Cada situação que surgir, por mais problemática que seja, deve ser vista como um aprendizado e com grandes chances de serem transformadas em oportunidades, destaca o especialista, que aponta quatro passos fundamentais para os empreendedores transformarem problemas em oportunidades:

Continuar lendo