Problemas: Como transforma-los em oportunidades?

(Reprodução)

(Camile Magalhães / Oficina das Palavras)

De acordo com um estudo realizado pela Global Entrepreneurship Monitor (GEM) em parceria com o Sebrae, a cada dez brasileiros, quatro são empreendedores ou estão envolvidos com algum tipo de negócio. A maioria deles aprende na prática o quanto estar à frente de uma empresa é um desafio.

Quando alguém empreende, precisa estar preparado para tudo. Por isso é importante planejar, saber onde se quer chegar e como fazer para isso acontecer. O planejamento é fundamental para evitar que qualquer tropeço seja motivo para desistir do negócio, analisa Magnus Wolfram, presidente da Magnus Consultoria.

A vida empresarial impõe, diariamente, desafios e obstáculos a serem superados para que uma marca se destaque por diferenciais e se consolide no mercado. Ambientes desafiadores nos ajudam a crescer. Cada situação que surgir, por mais problemática que seja, deve ser vista como um aprendizado e com grandes chances de serem transformadas em oportunidades, destaca o especialista, que aponta quatro passos fundamentais para os empreendedores transformarem problemas em oportunidades:

Magnus Wolfram, diretor-presidente da Magnus Consultoria (Reprodução)

1. Rever os processos internos: Ao buscar atualização constante, com foco nas melhorias e otimização, é possível resultados muito positivos tanto em agilidade quanto em redução de custos. A análise crítica é importante para verificar se os procedimentos atuais são eficientes, úteis ou se não estão gerando algum impacto negativo na produtividade. Cuidado para não ter processos sobrepostos e não burocratizar demais as atividades.

2. Identificar a raiz do problema: Se focar na causa, não nos sintomas, provavelmente sua organização gerará melhorias. Por isso, buscar conhecer verdadeiramente seu problema é a maneira mais assertiva para encontrar uma solução. Já dizem os sábios: Um inimigo conhecido é muito melhor do que um amigo desconhecido. Faça uma análise minuciosa. Pode ser, inclusive, que a razão do problema seja muito simples de ser dissipada.

3. Analise possibilidades internas: Converse com a equipe, busque alternativas em outros departamentos, incentive a criatividade interna. Apoie os colaboradores a sempre ter a mente aberta e a capacidade de pensar criativamente. Ao poderem expressar ideias mais amplas, você tem mais flexibilidade à sua disposição.

4. Vá em busca de alguns conselhos e cogite uma consultoria: O contato com especialistas e pessoas que entendem do seu negócio contribuem para que você abra os olhos para as demandas e inovações, já que essas pessoas estudam e planejam organizações constantemente. Essa parceria pode ser enriquecedora e te ajudar a crescer, inovar, ter mais participação no mercado e, consequentemente, mais sucesso.

(Reprodução)

Deixe uma resposta