O jornalismo voltado ao bem estar e a saúde no Vale: Eis o Saúde da Gente

(Info: Josiane Caitano)

Um novo endereço para as notícias da saúde no Vale: Eis o Saúde da Gente, novo projeto da jornalista Josiane Caitano, colunista de A BOINA e que já está no ar desde a última semana (Reprodução)

Um portal de notícias especializado nas áreas de saúde e bem-estar, que visa proporcionar informação de qualidade e contribuir com a vida da comunidade . Parece esboço de um futuro e necessário projeto para um público sedento de caminhos quando o assunto é o cuidado conosco e com nossos próximos. No entanto, no Vale do Itajaí isto não é mais uma ideia, e sim um negócio concreto, nas mãos de uma das amigas de A BOINA, cuja competência já é comprovada na coluna Maternidade e em vários trabalhos anteriores como assessora.

Fruto do idealismo da jornalista e mãe Josiane Caitano, colunista de A BOINA, foi lançado no último dia 20 de setembro o portal Saúde da Gente, voltado as questões de saúde, bem-estar e cuidados direcionados ao público do Vale.  Além de Josi, também trabalha no projeto o jovem e experiente publicitário João Batista de Moura, responsável pelo setor comercial do portal.

Continuar lendo

Som n’A BOINA #24: A genialidade e extravagancias de Liberace

Por trás de toda a extravagancia e riqueza, residia um gênio dos pianos, capaz de mil arranjos e uma técnica única que permitia leveza na condução musical. Com vocês, a reverencia ao talento e sorriso de Liberace (Reprodução)

É notável no mundo da música que domar um piano é coisa de um cidadão perto da genialidade musical. O grandioso instrumento de cordas oriundo do século XVIII está presente em praticamente todos os estilos musicais, dos mais populares aos mais clássicos. O piano deu vida a outros instrumentos, como o órgão. O piano teve seu som feito eletrônico. O piano é a realização musical de muitos astros da música. O piano pode ser vertical ou de cauda, teclado ou de tubos. O piano é, simplesmente, o piano.

E como vários instrumentos musicais, o piano também tem seus gênios. Gênios da composição como Beethoven e Chopin; gênios que reviveram clássicos, como Vladmir Horowitz e Arthur Rubinstein; gênios que o domaram e fizeram (e fazem) suas canções, como Elton John e Ray Charles, até mesmo aqueles que o tocam e nem parecem que sabem tanto, como você que está lendo este texto agora e dedilha as teclas brancas e pretas, sendo muito bem ou ainda aprendendo.

Mas, no mundo da música só pode existir uma única pessoa que transforma a arte de tocar piano numa verdadeira alegoria extravagante e, ainda assim, gostosa de se ouvir. Ao clássico, ele adicionou um marcante candelabro e muito talento empregado, quase que desfilando os dedos por sobre o teclado. Ele partiu desta para melhor há 30 anos, mas ainda assim é lembrado pela técnica, bom humor, pelas polêmicas e pela extravagancia.

Senhoras e senhores: Liberace no SnaB!

Continuar lendo

Freezer: Mitos e verdades sobre o congelamento de alimentos

(Reprodução)

(Samara Vieira / Oficina das Palavras)

A prática de congelar alimentos é muito comum. Além de oferecer mais facilidade e agilidade para quem precisa de refeições práticas e prontas, é importante para evitar o desperdício de alimentos.

No entanto, existem ainda muitas dúvidas sobre a técnica correta de congelamento. Por isso, Cláudio Ponticelli, gerente industrial da Plasvale, uma das maiores empresas de utilidades domésticas do país, explica alguns mitos e verdades sobre a técnica e que podem ajudar o dia a dia de muita gente.

Continuar lendo

Você pode estar conversando com um robô sem perceber…

(Reprodução)

(Carlos Alberto D’Avila, diretor da Ellevo)

Que a inteligência artificial está em alta não dá para negar. Basta uma breve navegada na web, nos principais veículos de comunicação, sejam direcionados ou não a área de tecnologia, para se deparar com mais uma novidade desse segmento.

Cada vez mais real e presente na nossa rotina, desconstruindo aquela ideia antiga de robôs humanoides andando por aí, grandes companhias estão mostrando que criar robôs pode ser simples. E eficaz. O título desse artigo não é por acaso: se você parar e analisar, talvez no último autoatendimento que realizou, buscando respostas sobre determinada empresa na página dela na internet, tenha se rendido ao chat que de repente surgiu no canto da tela. O atendente, com eficiência e rapidez, perguntou se poderia ajudar, seguindo a conversa com opções para resolver seu problema, sugerindo caminhos que iriam facilitar a resolução da dúvida, quem sabe ofertando novos produtos e condições e encerrando o papo cordialmente.

Continuar lendo

Gramming & Marbles: Vettel fica no boliche e Hamilton sai rindo a toa de Cingapura

(André Bonomini & Douglas Sardo)

Depois de um longo inverno, enfim o G&M está de volta! Até pedindo desculpas a quem nos acompanhava domingo a domingo com as emoções da velocidade internacional nas três grandes categorias: F1, Indy e MotoGP. Novos desafios profissionais impediram continuar as coberturas por aqui, mas aos poucos A BOINA vai voltando… e o G&M também, começando pela F1, naturalmente.

Mas não quer dizer que sumimos totalmente. Desde o Azerbaijão, o último texto da coluna, os compromissos aumentaram, mas o acompanhamento do campeonato continuou até, enfim, podermos voltar aos comentários com, talvez, o momento mais importante do campeonato até o momento: a vitória de Lewis Hamilton em Marina Bay, quando menos podia se esperar. Contando o período de provas até esta – Austria, Inglaterra, Hungria, Itália e Cingapura – é a quarta vitória em cinco corridas desde o encontrão em Baku.

E o inglês não podia estar mais feliz, com pista molhada (primeira vez em Cingapura) a corrida começou com voltas no safety-car até a condição perfeita para a partida. Mas o que parecia uma largada normal virou um boliche sem precedentes. De penetra, Max Verstappen enfiou-se entre Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen e no chega-pra-lá do finlandês sobrou para o holandês, que na pancada levou a lateral da Ferrari do alemão. No fim da conta, ainda sobraria para Fernando Alonso, que viu mais uma boa largada virar pó.

Continuar lendo

Kim Jong-Un: O “poeta do absurdo” e seus misseis atacam novamente

O que Kim Jong-Un quer agora? O temido e gordinho ditador norte-coreano voltou a carga com suas novas ameaças em testes de misseis e bombas. Outra vez, o mundo vive na tensão de uma guerra na península da Coréia (KCNA)

Para um ditador,  Kim Jong-Un é um bom poeta…

Não, não estou elogiando-o. Na verdade, se não for poeta seria com certeza um verdadeiro embromador. Na sua rotina de quase 65 anos depois do armistício, a Coreia do Norte aprendeu a viver na lei da chantagem: Jogar a ameaça no ar para tentar alguma coisa da comunidade internacional.

E já faz tempo que a tática, que Jong-Un aprendeu muito bem com o pai e o avô, não cola mais. Recentemente, as tensões de Pyongyang com os vizinhos subiram ao nível do insuportável. A ONU reagiu com energia e aplicou mais uma cacetada de sanções ao país. Um clássico!

A lista nova traz embargo progressivo na exportação de petróleo e a manutenção no embargo do gás, congelamento dos bens do líder norte-coreano fora do país, fora tudo mais o que já foi aplicado a nação mais fechada do muito, e que mesmo sem ter como se fechar mais, continua se fechando. Dizem os entendidos das cadeiras das Nações Unidas, entre um gole e outro de café, que as novas sanções devem acalmar os norte-coreanos. Mas parece que o anestésico não está mais fazendo efeito.

Continuar lendo