Grand Bazaar e Carne Doce agitam o Cafundó em julho

Fim de julho movimentado com grandes shows no Cafundó, em Blumenau. O primeiro, da turma animada do Grand Bazaar ai da foto (Divulgação)

(Nane Pereira)

Sonoridade cheia de cores, sotaques e sabores. No dia 21 de julho, às 22h, a banda nacional Grand Bazaar faz show no Cafundó Bar Cultural, em Blumenau. Na abertura, o público irá prestigiar apresentações de danças árabes com os bailarinos Dominique de Andrade e Leonardo Aroni, mais intervenções teatrais com o ator Leonardo Aroni. Com produção local da Stelar Produções.

Reconhecidos pelas apresentações contagiantes e bem-humoradas, a Grand Bazaar buscou inspiração na música cigana, italiana, judaica e em outras culturas dos países dos Balcãs e do Leste Europeu. Com dois discos gravados, Grand Bazaar (2014) e Grand Bazaar II (2016), a banda faz um passeio por músicas tradicionais do estilo e por composições autorais que flertam com o rock, o jazz e a música nordestina.

Continuar lendo

Nugali: Entre os melhores do mundo, a segunda melhor marca

Outra vez! Pelo segundo ano seguido, a Nugali fatura a prata na fase Américas do International Chocolate Awards, premiação que reúne as mais afamadas marcas de chocolates do mundo (Divulgação)

(Camila Tibes / Oficina das Palavras)

Pelo segundo ano consecutivo, a Nugali Chocolates é destaque na International Chocolate Awards, principal competição mundial de chocolates de alta qualidade. Ontem (26/6), a empresa pomerodense foi premiada na etapa Américas, realizada nos Estados Unidos. O mais recente produto da marca, Cacau em Flor com Cupuaçu, conquistou a prata na categoria Chocolates Amargos com Sabores, desbancando mais de 650 competidores.

Nesta etapa, a Nugali foi finalista com dois produtos e foi selecionada entre os melhores das Américas. Com esse resultado, o produto participará das finais mundiais, que serão realizadas nos últimos meses de 2017. O chocolate da fabricante catarinense disputará com países com longa tradição em chocolates de qualidade, como Bélgica e Suíça.

Continuar lendo

GCB: Gincaneiros realizam dia D da prova de doação de sangue

A boa ação que conta pontos: A disputa da Gincana Cidade de Blumenau já está correndo, e a doação de sangue, parte da competição, já está correndo nos dias D da tarefa (Divulgação/GCB)

(Andressa Peixer)

A prova de doação de sangue acontece todos os anos na Gincana Cidade de Blumenau. No ano em que comemora 25 edições não poderia ser diferente. As equipes já começaram a movimentação em fevereiro, antes mesmo da prova ser lançada. E segue até o dia 2 de setembro, data agendada para a final do evento.

Assim como aconteceu em 2016, o dia D da campanha foi dividido em duas datas: 1º e 8 de julho. A partir das 9h do dia 1º, três integrantes das equipes Amigos do Barney, Arromba, Capitão Caverna e Coringas estiveram no Hemosc de Blumenau para garantir a contribuição.

Continuar lendo

Maternidade em A BOINA: Porque ele é “a cara o pai”

Leandro, Josiane e o pequeno Bernardo… e aquela história de quem o filho é o xerox do pai, de tão clássica não passa de papo fático diante das boas coisas que ele pode similar dos pais (Arquivo pessoal)

(Josiane Caitano)

Desde que o Bernardo nasceu, todo mundo diz que ele é parecido com o pai dele. E é mesmo. Desde então também ouço: É difícil né… a mãe carrega o bebê por nove meses na barriga e ele sai a cara do pai.

Gente, qual o problema nisso? Afinal, ele é o pai. Existem coisas muito mais importantes do que parecer fisicamente com um ou com outro (os valores que vamos passar para o nosso filho, por exemplo). E tem mais: é um orgulho saber que o Bê se parece com o Leandro, já que eu amo o pai do meu filho.

Continuar lendo

Monarquia em Blumenau: Sargento Junkes e o glorioso Reino do Garcia

Existe um país encravado dentro de Blumenau. Um lugar que, cansado de ser um distrito da cidade, resolveu se tornar uma independente, uma monarquia que já tem Rei, parlamento, comitiiiva e projetos para se tornar ainda mais forte: É a saudável brincadeira do Reino do Garcia, criação de Tiago Junkes, ou melhor Sargento Junkes, 30 anos, morador do Reino do Garcia desde sempre e apaixonado por seu lugar, histórias e personagens. E é ele que A BOINA procura para uma conversa diplomática (Reprodução / Sargento Junkes)

No sul de Blumenau, existe uma terra cortada por montanhas, bem servida de indústrias e comércio, com seus problemas urbanos corriqueiros mas que guarda uma história ímpar entre os tantos cantos da cidade-jardim. Nela, vivem mais de 70 mil habitantes, o que a tornam a porção de terra mais populosa do município, o que alimenta sonhos de grandeza e pertencimento únicos.

E se você acha que estou falando do Distrito do Garcia, está… enganado! Com tanta identidade incorporada nos moradores daquela porção de terra e montanhas, o segundo distrito de Blumenau ganhou tamanha personalidade que, nas línguas humorísticas, nada pode igualar a sua nobreza. E que nobreza! Tanta nobreza que, na boca da turma não existe mais Distrito, mas sim um Reino!

Popularizada pela cidade depois de uma bem-sucedida campanha do plano Boa Vida (assistência familiar da Haas, como diz o comercial do rádio), a história do Reino do Garcia é fruto da imaginação fértil do garciense Tiago Junkes… ou melhor, do Sargento Junkes, um apaixonado pela história e panoramas do Distrito que transformou a grandeza natural do sul de Blumenau numa irreverente sátira com Rei, parlamento, principados e uma porção de elementos que tornam impossível não abrir uma risada, sendo você do Garcia ou não.

E A BOINA, hoje timboense mas com origem e matriz nesta monarquia humorística, não podia deixar de passar a oportunidade de conversar com o Sargento e sua comitiiiva, para conhecer melhor este pequeno império e os elementos que o tornam tão poderoso e independente diante da cidade vizinha. Os personagens, os lugares e o que faz tão especial o glorioso, gigante e majestoso Reino do Garcia.

Esqueça a seriedade e conheça com o Sargento essa pequena-grande monarquia do mundo do humor… ou melhor, no mundo. Afinal, não vamos ofender o glorioso Kó, o monarca do Reino. Ele está lendo junto de vocês. Vamos lá!

Continuar lendo

Videotape n’A BOINA #68 – Nem Maísa, nem Dudu, nem Sílvio. A culpa é de todo mundo

Talvez se todos soubesse até onde ir esse barraco todo não teria rolado (Reprodução/TV/Veja)

Hello, Videotapers! Tudo bem com vocês?

Nem Maísa, nem Dudu Camargo e nem Sílvio Santos. A culpa em relação a esse barraco que está tirando sono e empregos é de todo mundo.

Pra quem não está ligado no que estou dizendo: Uma confusão envolvendo os apresentadores citado antes se deu após uma cortada relacionada a uma brincadeira que Silvio Santos começou e Dudu Camargo (apresentador do jornalistico Primeiro Impacto) continuou em um dos programas Silvio Santos. Se não me engano foi no domingo retrasado. Teve gente bombardeando os apresentadores e dois times foram criados, assim dizendo. Maísa X Silvio/Dudu Team.

Acontece que essa história ficou pior. Na gravação do programa Sílvio Santos na terça-feira (27), Sílvio provocou um encontro surpresa entre Maísa e Camargo. Acontece que Maísa não gostou do acontecido e abandonou o palco em prantos. Pra piorar a imagem da Maísa saiu arranhada, Dudu Camargo rodou todas as emissoras achando que estava abafando quando na real estava na maior pagação de mico, e, pelo o que tudo indica, Silvio Santos está inflando mais e mais o ego do Benjamin Button Brasileiro, o Dudu Camargo.

Continuar lendo