Art Day Blumenau Tattoo Convention: Blumenau recebe evento internacional de tatuagem em junho

Em junho, a capital da cerveja será tingida por várias cores, formas e variedades de desenhos sob a pele. É o Art Day Blumenau Tattoo Convention, que movimenta o Parque Vila Germânica com o grande encontro dos tatuadores do Vale e do país para troca de conhecimentos e experiências (Reprodução)

(Nane Pereira)

Símbolos, homenagens, letra, tinta, cor, amor eterno. Arte no corpo, desejo, desenho, movimento complexo, contemporâneo. Uma obra de arte viva, com temas infinitos. Sem distinção de raça, cor, credo, etnia. Pode ser chamada de tattoo, tatouage, tattow ou, simplesmente, tatuagem.

Os mais adeptos dizem que é quase impossível ficar apenas na primeira experiência. Nos dias 2, 3 e 4 de junho, Blumenau será palco do Art Day Blumenau Tattoo Convention, a convenção internacional de tatuagem da cidade-jardim. O evento ocorrerá no Setor 4 do Parque Vila Germânica, das 10h às 23h.

Continuar lendo

As novidades da habitação e imobiliário: Vem ai a Fenahabit/Fabricon 2017

Está chegando! Mais de uma centena de expositores e 220 marcas trazendo as últimas novidades e tendências na engenharia e construção civil e no imobiliário brasileiro: É a 13º edição da Fenhabit e, paralelamente a Fabricon 2017, que ocorrem neste mês de maio no Parque Vila Germânica (Reprodução)

(Giovani Vitória)

A 13ª edição da Fenahabit (Feira Nacional das Tecnologias de Habitação, Construção e Imobiliário) reunirá mais de 100 expositores e 220 marcas. A feira é uma promoção da Via Ápia Eventos e ocorrerá entre os dias 25 a 28 de maio, nas dependências do no Setor 1 do Parque Vila Germânica, em Blumenau, numa área de 5.600 metros quadrados.

Ao longo de 12 edições já realizadas, a Fenahabit se consolidou com uma das principais da região sul neste segmento, sempre trazendo lançamentos e novidades para a habitação, construção civil, acabamentos, imobiliário e decoração. Paralelamente ocorre a Fabricon (Feira Brasileira de Fabricantes da Construção Civil).

Continuar lendo

Nenhum de Nós pisa em Blumenau para Show Gourmet neste mês

Sempre estar lá E ver ele voltar Não era mais o mesmo Mas estava em seu lugar

Sempre estar lá, e ver ele voltar, Não era mais o mesmo, mas estava em seu lugar… 30 anos de estrada e a marca como uma remanescente do Rock anos 80/90 que cativou gerações. É o Nenhum de Nós, que pisa em Blumenau para um Show Gourmet, o primeiro nesta modalidade na cidade.

(Silvia Regina Machado / New Age Comunicação)

A Schmitt Buffet & Eventos, de Brusque, promove seu Show Gourmet pela primeira vez em Blumenau, com um espetáculo para lá de especial da banda Nenhum de Nós. O grupo gaúcho está comemorando três décadas de estrada com o Show Acústico 1 + 2 = 30 e se apresenta no dia 31 de março, no Eisenbahn Biergarten, no Parque Vila Germânica.

Sucesso nacional da geração de ouro do Rock dos anos 80, o acústico vai relembrar sucessos como Camila, Camila; Astronauta de Mármore (Starman) e canções do novo álbum. O formato do Gourmet Show é a união entre boa gastronomia, música de qualidade e conforto, com todos os espectadores sentados.

Continuar lendo

Miriam Leitão: Jornalista ministra duas palestras no Vale do Itajaí em março

(Reprodução)

(Reprodução)

(Karin Bendheim / CDL Blumenau)

Em março, uma das jornalistas mais influentes do Brasil, Miriam Leitão, que é comentarista de economia e política, estará na região para duas palestras. A primeira será no dia 15, no Parque Vila Germânica, onde participa do Ciclo de Palestras, promovido pela CDL Blumenau em parceria com a UniSagres. No dia seguinte, Miriam estará em Balneário Camboriú, no Clube Ariribá, a convite da UniSagres. Ambas serão às 19h30.

Com o tema Desafios e Oportunidades da Economia Brasileira, Miriam falará sobre a conjuntura política e econômica e as perspectivas do Brasil. Os ingressos já estão à venda pela internet para os eventos em Blumenau  e Balneário Camboriú. Para associados à CDL Blumenau o investimento é de R$ 70,00 e não associados R$ 85,00. Em Balneário Camboriú, entidades parceiras também possuem desconto.

Quem participar da palestra terá direito a um certificado, que estará disponível no site logo após a palestra. Para mais informações os interessados podem acessar o site especial ou entrar em contato pelo e-mail comercial@unisagres.com.br ou pelo fone (47) 3221-5777.

Enfeites e espírito: Onde andam as luzes de Natal?

Talvez uma imagem um tanto chocante para começo de Natal, mas que sirva de toque para muitos: Não vamos deixar morrer as pequenas coisas que fazem desta época um momento tão especial Reprodução)

Talvez uma imagem um tanto chocante para começo de Natal, mas que sirva de toque para muitos: Não vamos deixar morrer as pequenas coisas que fazem desta época um momento tão especial Reprodução)

Não é nem um pouco excesso de saudosismo, mas talvez o seja para quem o ler. Em outros tempos, quando muitos de nós eramos crianças, o costume de decorar a casa para o Natal era uma das tantas sensações gostosas do tempo infantil. Ao menos para este jornalista, que ainda hoje faz (ou tenta fazer) deste momento uma forma única de reunir a família em torno da residência que lhe abriga, a vestindo de beleza ao menos uma vez ao ano. servindo de prévia para o preparativo da árvore.

Parece um pouco cedo, talvez, para se falar profundamente de Natal, mas correndo os olhos pelas ruas de Blumenau (e provavelmente deve ser o mesmo em outras cidades) percebe-se que o colorido dos enfeites e luzes se perdeu um pouco nestes últimos anos. Casas que tradicionalmente encantavam moradores hoje estão apagadas, entregues ao preto-e-branco de uma época que enfeitar e iluminar deveriam significar muito mais do que, simplesmente, enfeitar. Seria o reflexo de nosso cotidiano cada vez mais agitado? Da crise? Ou simplesmente esquecer da tal atmosfera de Natal que contamina a todos em volta?

Continuar lendo

Fabrício Wolff em A BOINA: A melhor Oktoberfest de todos os tempos

(Jaime Batista)

(Jaime Batista)

(Fabrício Wolff / Fotos: Jaime Batista da Silva / Blog do Jaime)

Quando vejo uma Oktoberfest mais do que organizada, gostosa de viver, como a deste ano, naturalmente me vejo remetido àquelas edições do início dos anos 90, quando os números apontavam um milhão de participantes. A cidade virava um caos, do centro à antiga Proeb. As reclamações dos blumenauenses eram muitas. Simplesmente não havia como receber tanta gente de uma só vez. Para piorar, naqueles tempos muitos turistas Brasil afora, especialmente em São Paulo, compraram a nossa Oktober como um carnaval alemão… zoeira sem freio… bebedeira e mulheres.

(Clique e veja recordações da primeira Oktoberfest e histórias no Antigamente, aqui em A BOINA). 

A Oktoberfest de hoje não tem nada a ver com aquele tempo. Foi necessária uma reposição da marca, que levou alguns anos. Da festa do chope para a festa das tradições germânicas. Foi imprescindível a procura da qualificação da festa e do público. Com a mesma cultura de trabalho, organização e limpeza de sempre, a Oktoberfest de Blumenau praticamente se reinventou.

Continuar lendo