Renascimento e renovação: Sulfabril deve voltar em dezembro

Fechada no primeiro semestre deste ano, Sulfabril está renascendo, e prevê a volta das operações industriais mínimas em dezembro deste ano, com grandes planos (Divulgação/Presse)

Fechada em 2014, a Sulfabril está renascendo e prevê a volta das operações industriais mínimas em dezembro deste ano, com grandes planos (Divulgação/Presse)

(Informações: Ana C. Bernardes / Presse Comunicação Empresarial)

Dada como falecida  depois de mais de 60 anos de atividades e tradição, a Sulfabril está voltando em Blumenau. A renovada empresa já deu início nos trabalhos e a previsão, segundo nota divulgada pela assessoria de imprensa, é de retomar as operações industriais mínimas até o início de dezembro deste ano. Uma grande notícia para o setor têxtil e de vestuário, que assiste muito mais do que o ressurgimento da marca, mas também a abertura de novos postos de trabalho mesmo diante do cenário de crise.

Leiloada em setembro, a matriz sofreu um revés no processo de leilão, onde o grupo vencedor desistiu da compra praticamente na mesma semana da aquisição. Com isso, o segundo colocado no leilão, o grupo blumenauense NSA Invest , acabou literalmente herdando a compra da maior parte dos bens, que foi fechada no valor de R$ 34,14 milhões. O grupo é uma uma joint-venture com negócios nos setores de máquinas e resinas termoplásticas no sul e sudeste e pretende investir cerca de R$ 25 milhões para a retomada da empresa.

Continuar lendo

À Blumenau de ontem, de hoje e de sempre

"Advinhe que país é este". A charada instigava o distraido leitor da Seleções, em 1968. Era Blumenau descortinando-se pelas primeiras vezes para o Brasil (Antigamente em Blumenau / Adalberto Day)

“Advinhe que país é este”. A charada instigava o distraido leitor da Seleções, em 1968. Era Blumenau descortinando-se pelas primeiras vezes para o Brasil (Antigamente em Blumenau / Adalberto Day)

Certa feita, no distante setembro de 1968, uma peça publicitária era estampada nas páginas da famosa revista Seleções, da Reader’s Digest. Nela, uma charada
para instigar o brasileiro curioso pelo sul do país que vivia: Advinhe que país é
este

Era o convite carinhosamente feito ao leitor para, sem sair das cercanias
brasileiras, conhecer um pedaço da Europa incrustado no sul do país. A
simpática Blumenau, efetivamente pela primeira vez, descortinava-se para a nação
que estava. Encantadora, de esquinas com toques de canção, com aroma de
flores no ar e dona de um charme visto apenas nas pequenas cidades germânicas,
de quem herdara a beleza.

Continuar lendo